Dieta vegana: 7 cuidados a ter

A dieta vegana é considerada saudável e traz imensos benefícios para a saúde. Veja aqui os 7 cuidados a ter se seguir uma dieta tão rigorosa.

Dieta vegana: 7 cuidados a ter
A dieta vegana é cada vez mais popular, mas é importante ter cuidados

A dieta vegana, tal como a vegetarina, não contempla o consumo de carne e peixe. Este regime distingue-se da dieta vegetariana por evitar o consumo de qualquer alimento derivado de animais (como por exemplo ovos, leite, certos tipos de queijo, margarinas e gelatinas, entre outros).

Esta dieta tem, na maioria, ambientalistas, ativistas e defensores dos direitos dos animais como adeptos. Bill Clinton, Jay-Z, Beyoncé, Bryan Adams e Alec Baldwin são alguns dos famosos que seguem o movimento vegan.

A dieta vegana tem-se tornado cada vez mais popular. É uma dieta saudável, que ajuda a evitar vários problemas de saúde como: doenças cardíacas, hipertensão, artrite, alguns tipos de cancro, elevados níveis de colesterol e diabetes tipo 2.

Vegan

Concretamente, a dieta vegana abrange alimentos como tofu, seitan, frutas e legumes, frutos secos e sementes, algas, grãos e cereais. Este regime abarca ainda o consumo de leite, iogurtes e manteiga, desde que estes produtos não contenham na sua composição substâncias derivadas de animais.

Por outro lado, esta dieta deixa de fora o consumo de todo o tipo de carne, peixe, ovos e mel, bem como leite e seus derivados: manteiga, natas, gelado, iogurte, e queijo (quando estes alimentos têm origem animal).

7 cuidados a adotar com a dieta vegana

Por ser uma opção alimentar rigorosa que exclui vários tipos de alimentos, é importante ter em atenção o seguinte, para não ter certas carências nutritivas e conseguir manter uma alimentação saudável e equilibrada.

Tomar um suplemento de vitamina B12

suplemento vitamina b12Esta vitamina encontra-se apenas em alimentos animais. É uma substância importante porque ajuda as células nervosas e sanguíneas a criar DNA; o que significa que a sua ausência no organismo pode deixar a pessoa a sentir-se cansada, fraca, com falta de apetite, podendo isso levar à depressão.

Tomar um suplemento de ferro

Ferroferro na alimentação pode ser heme e não heme. O heme encontra-se apenas em alimentos animais, por isso, a dieta vegana apenas abrange o ferro não heme, sendo por este motivo que é necessário um complemento. Alimentos como legumes, sementes de girassol, uvas passas, pimentos, bróculos e citrinos ajudam na absorção do ferro.

Procurar fontes de proteína

BeansÉ importante que todas as refeições tenham fontes de proteína, pois ajudam no crescimento e reparação das células. As melhores opções para quem segue uma dieta vegana conseguir obter proteína são: soja, lentilhas, feijão, quinoa e seitan.

Tomar suplementos de cálcio, iodo e zinco

VeganQuem segue uma dieta vegana geralmente corre o risco de ter algumas carências nutritivas. Por isso, são necessários suplementos, uma vez que nem todos os legumes e frutas contêm todas as substâncias necessárias ao bom funcionamento do organismo. É o caso do cálcio, que é muito importante para os ossos; do iodo, que desempenha um papel fundamental no funcionamento da tiróide e do metabolismo; por fim, o zinco, que é importante para o metabolismo e para a reparação celular.

Ter cuidado com o excesso de soja

SojaNão se deve abusar dos alimentos derivados de soja, uma vez que acaba por não ser muito saudável e por ser pior do que consumir alimentos animais, de acordo com especialistas.

Ter atenção aos rótulos dos produtos

LableQuando se começa a seguir este regime alimentar pode ser difícil saber ao certo que alimentos consumir. Assim, é fundamental ler sempre com atenção os rótulos dos produtos, para ter a certeza de que não está a comprar alimentos com origem animal.

Planear refeições

VeganÉ aconselhável consultar nutricionistas e sites que tenham tabelas semanais de refeições veganas equilibradas, para um plano alimentar mais organizado e rico.

Veja também:

Ana Duarte Ana Duarte

Jornalista e gestora de comunicação no projeto Patient Innovation, Ana Duarte é mestre em Ciências da Comunicação, pela Universidade do Porto. A sua paixão pela escrita começou cedo, quando aprendeu a escrever e começou a criar os seus próprios jornais. Interessa-se por tecnologia, desporto, cinema e literatura.