Distância de segurança entre carros: evite uma multa até 300€

Para circular em segurança, mantenha a distância entre carros. Desrespeitar esta norma pode sair-lhe muito caro.

Distância de segurança entre carros: evite uma multa até 300€
É uma norma do Código da Estrada

Quem circula na estrada sabe que se deve manter a distância de segurança entre carros. Esta é uma norma que aprendemos nas aulas de código, mas na realidade nem sempre esta medida de segurança é cumprida pelos condutores. De acordo com o Código da Estrada respeitar a distância de segurança entre os veículos da frente não é uma mera recomendação, mas sim uma obrigação.

E embora muitos condutores se esqueçam desta norma, saiba que se não a cumprir pode ser responsável por um acidente e ainda lhe pode ser aplicada uma multa. A distância entre carros encontra-se definida no Código da Estrada, artigo nº 18º, e, caso não seja cumprida, prevê uma coima entre 60€ a 300€.

Qual a distância de segurança entre carros que deve ser cumprida?

Não está definida no Código da Estrada a medida para aplicar a distância de segurança entre carros. Segundo o artigo nº 18º: “o condutor de um veículo em marcha deve manter entre o seu veículo e o que o precede a distância suficiente para evitar acidentes em caso de súbita paragem ou diminuição de velocidade deste”.

A legislação refere ainda que “o condutor de um veículo em marcha deve manter distância lateral suficiente para evitar acidentes entre o seu veículo e os veículos que transitam na mesma faixa de rodagem, no mesmo sentido ou em sentido oposto”.

Contudo, no Código da Estrada existem duas situações que fazem a exceção no que toca à distância de segurança entre carros. O artº 40º referente aos veículos que circulam em marcha lenta fora das localidades realça que devem manter 50 metros de distância entre eles e o veículo que o precede, de forma a permitir a sua ultrapassagem com segurança.

A outra exceção foi introduzida com as novas regras de circulação para os ciclistas, que circulam de bicicleta. Neste ponto, o código da estrada diz que ”o condutor de um veículo motorizado deve manter entre o seu veículo e um velocípede que transite na mesma faixa de rodagem uma distância lateral de pelo menos 1,5 metros, para evitar acidentes”.

Car

Manter a distância entre carros evita acidentes

A distância de segurança entre carros não é mais do que o espaço necessário que devemos deixar entre nós e carro da frente, que permita reagir e parar o veículo em segurança, sem que seja provocado um acidente. Esta regra até parece básica, mas muitas vezes não é cumprida e a consequência pode ser bem negativa, como um choque em cadeia.

Portanto, manter a distância de segurança entre carros é bastante importante e útil, inclusive em manobras e situações simples do quotidiano. O Instituto de Mobilidade e Transportes (IMT) alerta que devemos manter uma distância entre carros que permita circular com segurança. Vejamos algumas das situações em que essa distância de segurança é essencial:

1. Parados no trânsito

Uma das situações em que a distância é negligenciada é quando paramos no trânsito, em fila, à espera que o sinal mude para verde. Por norma, paramos sempre juntos ao carro da frente.

2. Paragens bruscas

Quando existem imobilizações de trânsito inesperadas em autoestradas ou vias de tráfego rápido deve-se desacelerar progressivamente, fazendo uma aproximação “ao veículo que está no final da fila, apenas quando já possui pelo menos uma meia dúzia de veículos imobilizados atrás de si”, refere o IMT. Aqui vai estar a evitar o risco de ocorrência de um choque em cadeia.

3. Condições especiais

A distância de segurança entre carros deve ser incrementada quando a visibilidade é reduzida, por exemplo à noite, quando chove ou quando está nevoeiro.

4. Cansaço

E, por último, quando o condutor estiver cansado deve haver uma maior atenção à distância de segurança.

Veja também: