Doogee V: conheça a versão chinesa do iPhone X

O Doogee V é o primeiro smartphone com ecrã flexível, uma característica que se adivinha como a próxima tendência destes gadgets. Conheça-o.

Doogee V: conheça a versão chinesa do iPhone X
Um smartphone com sensor biométrico

A marca chinesa Doogee está a preparar-se para lançar o Doogee V, um smartphone que se assemelha bastante, em termos de design, ao iPhone X e ao Galaxy S9.

É mais um telemóvel chinês com molduras reduzidas, a provar as excelentes capacidades destes fabricantes em fazer réplicas dos flagships da Apple e Samsung. Mas traz coisas novas. Apesar das semelhanças, este equipamento diferencia-se do iPhone X por ter um leitor biométrico no ecrã.

Doogee V: o primeiro smartphone com ecrã flexível


doogee vFonte da imagem: 101Prices

Apesar de ser uma cópia, no que toca ao aspeto, dos flagships da Apple e da Samsung, o Doogee V destaca-se ao apresentar um sensor biométrico para leitura de impressões digitais incorporado no ecrã, localizado na parte central inferior deste. Este sensor, com tecnologia Synaptics, é muito conveniente para desbloquear o dispositivo com apenas um toque.

E é assim que a Doogee, à semelhança da Apple, se começa a despedir do botão Home, assegurando o uso completo de todo o ecrã. Este sensor é à prova de água e de arranhões, protegido por vidro, podendo até ser utilizado com um dedo molhado.

O primeiro telemóvel com ecrã flexível e sensor biométrico

A Doogee dá um passo importante na história da inovação destes gadgets ao criar o primeiro smartphone com ecrã flexível e sensor biométrico.

Depois da “moda” dos ecrãs com moldura reduzida, está a chegar a tendência dos ecrãs flexíveis. Este tipo de ecrãs vai terminar com os ecrãs frágeis e é, sem dúvida, uma das próximas grandes tendências dos smartphones.

Flexível e robusto, o ecrã do Doogee V é feito de material customizado, em vez de vidro, e é mais elástico do que o resto do material que compõe o equipamento. O ecrã será também mais eficiente em termos de consumos energéticos.

Muita memória

Este produto não impressiona apenas pela introdução de um sensor biométrico. A memória RAM da maioria dos flagships de 2017 era de 6GB, mas com o Doogee V a fasquia será elevada para 8GB. Com uma memória RAM tão generosa, o utilizador vai notar diferenças no que toca à velocidade das operações, podendo fazer várias tarefas em simultâneo, vendo também diferença na forma como os programas fluem.

A memória ROM também é de respeito: 128GB. Há memória interna suficiente para garantir espaço para todas as fotos, vídeos, filmes, etc., fazendo também com o que o utilizador não tenha de se preocupar em apagar aplicações para poder instalar outras.

Algumas destas informações ainda não são oficiais, uma vez que a Doogee não apresentou o produto formalmente. Não há data certa para o lançamento do dispositivo, estimando-se que chegue ao mercado em abril ou maio de 2018 e que o seu preço se situe entre 300 a 350 dólares.

 Especificações técnicas
CPU  Octa-Core (4 x 2.0GHz ARM Cortex A73, 4 x 2.0GHz ARM Cortex A53)
Chipset  MediaTek P40, processador de 64-bit
GPU  ARM Mali-G72 MP3 700MHz
Câmara principal  21 MP + 21 MP com Dual Tone LED
Câmara secundária  16 MP + 16 MP com flash LED
RAM  6GB LPDDR4x, 1866MHz
ROM  128GB (memória externa expansível até 256GB)
Ecrã  AMOLED FHD de 6.2 polegadas, resolução de 1080 x 2160 p
Rácio ecrã/corpo do smartphone  88%
Bateria  4200 mAh (não amovível, de lítio)
SIM  Dual SIM híbrido (Nano SIM + Nano-SIM/microSD Card)
Cores  Dourado e preto
Sistema operativo  Android 8.0 Oreo

Veja também:

Ana Duarte Ana Duarte

Jornalista e gestora de comunicação no projeto Patient Innovation, Ana Duarte é mestre em Ciências da Comunicação, pela Universidade do Porto. A sua paixão pela escrita começou cedo, quando aprendeu a escrever e começou a criar os seus próprios jornais. Interessa-se por tecnologia, desporto, cinema e literatura.