PLANO DE SAÚDE MEDICARE - 6 mensalidades sem compromisso

Dores nas articulações: 7 passos para reduzir o incómodo

Abandone os analgésicos. A ciência já reconhece os 7 passos que reduzem a inflamação e afastam as dores nas articulações. A receita pode estar no seu prato.

Dores nas articulações: 7 passos para reduzir o incómodo
Especialista em nutrição revela que a solução está à mesa e não só

Existe um kit que pode aliviar a sensação de dores nas articulações e afastar o mal estar. Não, ele não inclui a medicina tradicional e os seus analgésicos. O poder é outro e está escondido nas suas opções à mesa. A revelação foi feita ao Daily Mail pela nutricionista Shona Wilkinson, do SuperFoodUk.

Antes de recorrer aos comprimidos para as dores, aposte em renovar a sua dieta e escolha opções de alimentação que ajudam a reduzir a inflamação e a dor. Descubra os 7 passos que ditam as regras para uma vida longe dos incómodos nas articulações.


7 passos para reduzir as dores nas articulações


Passo 1. Atenção às gorduras

O nosso corpo é uma máquina poderosa... E curiosa. As gorduras que ingerimos são metabolizadas pelo organismo e transformadas em ‘hormonas locais’, chamadas de prostaglandinas. “Dependendo do tipo de gordura, estas hormonas locais podem aumentar a inflamação ou reduzi-la”, explica Shona Wilkinson.  

Três vezes por semana, invista numa alimentação que dê prioridade às gorduras saudáveis, como o Ómega 3. Isto vai ajudar na redução do consumo de gorduras saturadas. Estudos revelam que elas agravam a inflamação e aumentam o risco de diversos problemas de saúde, como doenças cardiovasculares. As deficiências relacionadas ao coração são algumas das principais causas de morte no mundo.



Passo 2. Proteína, sim... mas com limites 

Escolha proteínas de origem vegetal. Elas são importantes para reparar e curar o corpo, ao contrário das proteínas animais, em especial as da carne, que em excesso podem provocar danos à saúde. 

Opte por consumir peixes, peru e frango sem pele, e abuse de feijões, sementes ou lentilhas.



Passo 3. Cinco peças fruta ou vegetais frescos todos os dias

É benéfico para a sua saúde e bem-estar geral mas pode ser especialmente útil para reduzir a inflamação no corpo e se livrar de dores que o podem estar a incomodar.
 


Passo 4. Água... tenha sempre por perto

A água é um poderoso meio de transporte para os nutrientes. Ela os ajuda a viajar para onde eles são realmente necessários, descarta a possibilidade de desperdícios, e limpa o organismo, eliminado as toxinas e as células mortas, que são produzidas em maiores quantidades quando há uma inflamação no corpo.



Passo 5. ‘Apimente’ o seu prato 

Dê picante ao seu corpo e turbine a saúde, afastando as dores das inflamações. 

Inclua nas suas receitas uma variada lista de especiarias suaves.  O açafrão, a pimenta-caiena ou o gengibre, têm uma ação anti-inflamatória no organismo.



Passo 6. Diga ‘não’ 

Recuse alimentos como: açúcar, hidratos refinados, café, refrigerantes, carnes vermelhas, gorduras saturadas ou citrinos. A lista parece grande, mas será maior o número de benefícios que esta escolha pode trazer à sua saúde.

Mesmo que alguns pareçam uma opção inofensiva, a verdade é que estes ingredientes podem agravar os sintomas provocados pela inflamação.



Passo 7. Um último segredo: afaste o stress

Coração acelerado, choro sem razão aparente, ansiedade, insónias e respiração ofegante? Se estas sensações fazem parte da sua vida, é hora de abrandar e deixar a sua rotina mais relaxante e saudável.

A ciência já provou que o stress causa maior acidez no corpo, multiplica os radicais livres e contribui para os sinais de envelhecimento prematuro. Para piorar a situação e confirmar os argumentos da nutricionista Shona Wilkinson, ele agrava os sintomas de inflamação e as dores.

Veja também: