Dormir mal afeta a fertilidade masculina

Pouco ou muito sono? Para os homens, isso pode ser sinónimo de menor probabilidade de gravidez. Sim, dormir mal afeta a fertilidade masculina.

Dormir mal afeta a fertilidade masculina
Está a tentar uma gravidez? Durma melhor

Se está a tentar engravidar, vai gostar de saber que a ciência já aponta que dormir mal afeta a fertilidade masculina. Veja neste artigo qual é a explicação científica para o problema e porque esta é uma importante descoberta.

De acordo com uma nova pesquisa realizada nos Estados Unidos, dormir pouco ou muito pode afetar a capacidade de um homem engravidar a sua parceira. O ideal será dormir entre 7 a 9 horas por noite – pelo menos é o que diz Lauren Wise, professora de epidemologia da Escola de Saúde Pública da Universidade de Boston.

A conclusão do estudo foi obtida através da análise e acompanhamento de 790 casais em idades férteis. Os cientistas descobriram que os homens que dormem menos de 6 horas ou mais de 9 por noite, têm menos chance de engravidar as suas mulheres.  Aqueles que dormem mal, de acordo com o que aponta o estudo científico, têm uma probabilidade de conceção reduzida em 42%.

Porque é que o sono afeta a fertilidade masculina

Para os estudiosos, a explicação está nas hormonas. Os especialistas em fertilidade sabem que a testosterona é fundamental para a reprodução e, para os homens, a libertação diária dela ocorre em maior quantidade durante as horas de sono.

Todos os casais estudados estavam a tentar uma gravidez e foram acompanhados durante seis ciclos menstruais. Os homens e mulheres em questão responderam a perguntas sobre as dificuldades para adormecer e os padrões de sono. Os homens que dormiram a mais ou a menos durante mais da metade do tempo de acompanhamento, foram menos bem sucedidos na arte de conceber bebés.

Outras possíveis razões

Os cientistas reforçam a informação de que mais estudos devem ser feitos sobre o tema e alertam que as dificuldades relacionadas ao sono podem provocar outros fatores que desencadeiam a infertilidade nos homens, como por exemplo, a fadiga e a diminuição da libido, situações que reduzem o número de relações íntimas entre os casais.

O Dr. Peter Schlegel, vice-presidente da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva, acha que o estudo trouxe boas notícias para a medicina, pois ainda “há muito poucos dados sobre como o sono dos homens pode afetar a fertilidade”.

Saber que, durante a fase em que se espera uma gravidez acontecer, o sono masculino deve acontecer por períodos de 7 a 9 horas diárias é uma excelente forma de ajudar os casais que estão a tentar ter filhos.

Sabia que comer legumes e frutas aumenta a fertilidade masculina?

Um estudo sugeriu que a dieta pode aumentar a fertilidade dos homens. O consumo de frutas e legumes contribui para uma melhor produção de esperma, enquanto que a grande ingestão de carnes e gorduras prejudica este processo.

Veja também: