Eczema: tudo o que precisa de saber

O eczema consiste numa reação inflamatória crónica da pele, que pode ser causada por fatores internos ou externos. Saiba como prevenir e tratar.

Eczema: tudo o que precisa de saber
O número de casos de eczema triplicou nos últimos 30 anos

A nossa pele é um órgão – o maior órgão do corpo humano – que precisa dos seus óleos naturais para se hidratar e prevenir infeções. Por vezes, esses óleos naturais não existem em quantidade suficiente, levando a que a pele fique dura, seca e até com crostas. Assim se forma o eczema.

A pele fica quente, ruborizada, vermelha e inchada , por vezes, com saída de matéria das camadas mais profundas da pele e causando comichão. Este problema pode aparecer em qualquer parte do corpo, mas é mais comum nas zonas onde a pele tem mais pregas, ou seja, atrás dos joelhos e cotovelos.

Atualmente, um em cada doze adultos e uma em cada cinco crianças tem eczema.

Eczema: como se manifesta

O eczema é geralmente composto por três situações:

  • Eritema – cor da pele alterada para rosa ou vermelho vivo, que desaparece quando se exerce pressão com o dedo;
  • Pápulas – a superfície da pele fica com uma elevação, que se torna sólida;
  • Vesículas – dá-se a acumulação de líquido de espécie gordurosa nessas bolhas.

Por vezes, podem surgir crostas e numa fase mais crónica a pele torna-se mais escura, com menos pêlo e com pregas naturais.

Eczema: quais são as causas

Não são conhecidas ao certo as causas que podem determinar o eczema, mas a verdade é que umas pessoas têm mais facilidade em desenvolver o eczema do que outras. Alguns estudos apontam para o facto desta doença ser genética.

Existem alguns fatores, internos e externos, que podem contribuir para o aparecimento de eczema:

  • Alergias (ao pêlo, ácaros, pólen…);
  • Traumatismo da pele;
  • Viver ou frequentar zonas de grande poluição;
  • Stress psicológico;
  • Problemas vasculares;
  • Retenção de suor;
  • Infeções diversas.

Geralmente, quem sofre deste problema tem também algum tipo de alergia, por exemplo, pêlos de animais, pó, pólen ou alguns alimentos.

Eczema: como tratar

O eczema é um problema crónico e não tem, por isso, cura. O que é possível é controlar o avançar da doença e dos sintomas associados, de acordo com o tipo de alimentação, ambientes frequentados e estilo de vida.

Se o eczema for localizado, aplicam-se geralmente pomadas com corticoides na zona afetada. Quando o problema é generalizado, é necessário tomar esses corticoides via oral. Para o problema da comichão podem utilizar-se anti-histamínicos.

Dicas para minorar os sintomas de eczema

  • Não coçar a zona afetada (quanto mais coçar, pior vai ficar);
  • Utilizar champôs e gel de banho o mais neutros possível;
  • Utilizar luvas ao manusear detergentes;
  • Utilizar produtos de cosmética para pele seca;
  • Evitar ambientes muito secos e de grande poluição;
  • Evitar temperaturas extremas;
  • Não utilizar lã ou tecidos sintéticos.

 

Veja também: