Publicidade:

Qual a importância da educação emocional nas crianças?

Já ouviu falar em educação emocional, mas não sabe qual é a sua real importância? Confira a informação que lhe deixamos sobre este tema fundamental.

Qual a importância da educação emocional nas crianças?
Conheça melhor este conceito e como pode ajudar as crianças

A educação emocional tem uma importância fundamental na formação das crianças. Na verdade, as crianças precisam de compreender e interpretar as emoções que as rodeiam e tudo aquilo que sentem. Assim, a educação emocional permite desenvolver o lado humano dos mais novos desde muito cedo, traço que será fundamental para que cada jovem se venha a tornar um adulto que sabe lidar com os seus sentimentos e que sabe compreender os outros à sua volta.

Conhece a importância da educação emocional?


educação emocional

1. Ajuda a regular as emoções

Para conseguirem regular as suas emoções, as crianças necessitam, antes de mais, de as compreender e de as catalogar. Na verdade, isso aprende-se através da interação social, aprendizagem esta que demora anos a processar-se, sendo, por isso, gradual. Como não é um conhecimento inato, terá de ser adquirido a cada passo da aprendizagem, ao mesmo tempo que se desenvolve também a inteligência emocional.

2. Promove o autoconhecimento e a autoestima

A educação emocional permite que cada criança se conheça melhor a si mesmo, aprendendo mais sobre a sua personalidade e tornando-se, pouco a pouco, capaz de avaliar os seus sentimentos e atitudes. Paralelamente, ao conhecer-se melhor, a criança cria uma maior consciências das suas potencialidades, do seu valor, ganhando segurança perante os vários obstáculos que possam surgir na sua caminhada.

3. Permite um controlo maior dos impulsos

A educação emocional tem o poder de ensinar as crianças a controlarem melhor os seus impulsos, sabendo quando interromper determinado comportamento quando não é certo ou adequado, mesmo quando sentem muita vontade de o fazer. Digamos que é uma forma de as crianças adquirirem hábitos de autodisciplina, o que será muito útil no seu percurso. Assim, se evitarão birras desnecessárias, atitudes de desrespeito ou agressivas – entre outras.

4. Conduz ao desenvolvimento da empatia

Efetivamente, ao desenvolverem o seu lado emocional, as crianças conseguem desenvolver mais a empatia com os outros, tornando-se seres humanos mais tolerantes e abertos à diferença, característica imprescindível nos homens de amanhã. Num mundo como o nosso, tão fustigado por conflitos de grande amplitude, desenvolver a empatia desde cedo é uma questão fulcral, que não pode, de forma alguma, ser deixada de lado e ignorada.

Como pode verificar, a educação emocional pode e dever ser estimulada na idade infantil. Por esse motivo, deve ser fomentada nos estabelecimentos de ensino básico, pelos educadores e professores. No final, todos ganharão com este processo enriquecedor de aprendizagem, que torna o conhecimento das emoções mais maduro, ao mesmo tempo que conduz a atitudes mais humanas e responsáveis.

Veja também:

Catarina Mesquita Catarina Mesquita

Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses e Ingleses, Pós-Graduada em Linguística Portuguesa e Mestre em Estudos Portugueses Multidisciplinares, possui experiência de mais de quinze anos ao serviço da educação, da tradução e da escrita.