Publicidade:

Saiba em que se baseia o valor do IMI

Aprenda a calcular o valor do IMI da sua casa para garantir que não paga mais do que deve. Conheça as fórmulas e os procedimentos envolvidos.

Saiba em que se baseia o valor do IMI
Quem tem casa própria tem o encargo anual do IMI

O valor do IMI  – sigla para Imposto Municipal sobre Imóveis – é um encargo anual de quem tem casa própria. Este valor não é necessariamente igual todos os anos, porque o cálculo tem valores variáveis.

O valor do IMI: como se faz o cálculo

valor-do-IMI

O valor do IMI calcula-se multiplicando o valor da taxa de IMI pelo VPT – Valor Patrimonial Tributário. A taxa de IMI varia entre 0,3% e 0,45% e é definida todos os anos pelos municípios. Mas, geralmente, os municípios mantêm a percentagem das taxas.

O VPT é calculado pelas Finanças e pretende ser uma aproximação do valor de venda.

Chegar ao VPT para calcular o IMI

Se para calcular o IMI precisamos do VPT, é necessário, em primeiro lugar, saber como este é calculado. Mais uma vez, multiplicam-se vários valores. A fórmula é VPT = VC x A x CA x CL x CQ x CV

As siglas na fórmula significam:

  • VC – Valor base dos prédios edificados (preço de construção por metro quadrado)
  • A – Área bruta de construção mais a área excedente à área de implantação
  • CA – Coeficiente de afetação (fim a que se destina. Por exemplo, habitação)
  • CL – Coeficiente de localização (características da zona envolvente)
  • CQ – Coeficiente de qualidade e conforto (funcionalidade, comodidade de utilização e gozo)
  • CVCoeficiente de vetustez (idade do imóvel)

Assim se desmistifica a ideia de que o IMI é referente ao ano em que a casa foi comprada. Importa, sim, a idade que o imóvel tem, mas o IMI não se fixa pelo ano em que o imóvel é adquirido.

Como simular o valor do IMI

valor-do-IMI

Pedir a atualização do IMI da sua casa é importante porque as Finanças não o fazem automaticamente. E como, em muitos casos, as casas desvalorizam, se nunca pedir a revisão deste valor, poderá estar a pagar um valor acima do que é suposto.

Pode fazer o pedido de reavaliação do IMI de 3 em 3 anos, por isso esteja atento e marque na agenda a data em que será conveniente fazer esta revisão.

Mas não se precipite. Se algumas casas desvalorizam, porque envelhecem e deixam de ter algumas das características que tinham quando foram construídas, outras valorizam por causa da zona envolvente ou por outros motivos.

Se mora numa zona que tenha crescido por causa do turismo, por exemplo, tenha cuidado, porque o valor do CL (coeficiente de localização) pode ter aumentado, prejudicando-o caso peça a reavaliação do IMI às Finanças.

Mas como só calculando é que pode ter a certeza de que o seu IMI aumentou ou diminuiu, as Finanças disponibilizam uma ferramenta para simular o valor do imposto. Caso verifique que o seu IMI está mais baixo, aí, sim, peça a reavaliação.

Veja também: