AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Emigrar para a Austrália: dicas essenciais

A Austrália é um dos melhores países para emigrar. Saiba quais os requisitos e o que deve fazer antes de emigrar para o “país dos cangurus”.

Emigrar para a Austrália: dicas essenciais
Se está a pensar emigrar mas não sabe para onde, a Austrália pode ser uma opção.

Numa altura em que tanto se fala de emigração, porque não emigrar para a Austrália?!
 
A pergunta é retórica, mas pense nisso, nem que seja por breves instantes. Porque não?
 
A possibilidade é muito real. O “país dos cangurus” não só é considerado um dos países mais felizes do mundo e com a melhor qualidade de vida, mas é também um dos países que oferece melhores condições de vida e trabalho.
 
Ainda não está convencido?! Talvez isto ajude. Os salários médios rondam os 4000 euros mensais. Os únicos senãos podem mesmo a ser a distância e a enorme burocracia para que lhe seja permitida a entrada no país. Mas até isso é ultrapassável.
 
A possibilidade de emigrar para a Austrália já se coloca no seu horizonte. Então saiba o que deve fazer.


Por que motivo devo procurar emprego na Austrália?

A Austrália fica situada no hemisfério Sul e a sua população ronda os 23 milhões de pessoas. É considerado um dos melhores países do mundo para viver, sendo ainda reconhecido por diversas organizações mundiais como um dos países com melhor qualidade de vida do mundo. Parece-lhe um bom sítio para emigrar, certo?


Tipos de Vistos

Esta deve ser a sua primeira etapa: informar-se sobre os tipos de vistos disponibilizados e o quais os requisitos necessários para obter o seu.
 
De forma muito resumida existem três tipos de visto:
 

1. Turista

A duração deste visto é (geralmente) de três meses, mas pode ser prolongado até seis meses ou um ano. Este visto não lhe permite trabalhar na Austrália. Em caso de incumprimento desta regra é expulso do país e será penalizado numa entrada futura. Com este tipo de visto pode, no entanto, estudar desde que seja para formações com um duração máxima de três meses. Superior a isso tem que solicitar o visto de estudante.
 

2. Estudante

Serve para isso mesmo, para estudar na Austrália. Mas o trabalho não fica proibido. Qualquer detentor de um visto de estudante pode estudar e trabalhar em simultâneo (um máximo de 20 horas semanais). Neste caso a validade do visto corresponde à duração do curso ou estudos que se encontre a frequentar.
 

3. Trabalho

Este é provavelmente o mais desejado por quem pretende emigrar para a Austrália. No universo do visto de trabalho destacam-se duas categorias:
 
a. Skilled emigrant
Deve ser adquirido a título pessoal e mediante o preenchimento dos requisitos obrigatórios como a idade, a experiencia profissional ou o nível de inglês, entre outros.
 
b. Sponsored Visa 
Neste caso, o visto permite-lhe trabalhar temporariamente na Austrália graças ao patrocínio de um empregador.
 

Requisitos

Obter um visto é muito mais que o preenchimento de papelada e a submissão à entidade responsável. Antes de tentar a sua sorte perceba se preenche os requisitos “mínimos”, nomeadamente:
1. Ter uma profissão reconhecida na listagem emitida pelo governo australiano 
2. Ter experiência de trabalho (de pelo menos um ano) na sua área de formação 
3. Possuir bons conhecimentos de inglês (se ainda não pensou nisso, comece já a preparar-se para o IELTS (International English Language Testing System). Vai necessitar de uma nota mínima de 7. 
4. E idade inferior a 49 anos. 
 
Tendo o visto na mão (ou pelo menos quase!), vamos ao passo seguinte. 
 

Lar doce lar!

Muito importante. Antes de emigrar para a Austrália e para evitar que se assuste, saiba desde já que o melhor é estar preparado para se deparar com preços altíssimos na habitação.
 
A título de exemplo um apartamento com um quatro, numa zona central, pode custar cerca de 1,780.63 dólares australianos (uma média de 1249 euros) mensais. Os preços podem obviamente variar mediante a localização ou as despesas extra (água, luz, etc.) que podem ou não estar incluídas no valor da renda.
 
Já respirou fundo?! Ótimo, então pode começar a dar uma “espreitadela” em alguns dos sites mais populares para encontrar casa na Austrália. 
 
1. Realestate.com.au
2. Domain.com.au
3. Property.com.au
4. Realestateview.com.au
5. LJHooker.com.au
6. RayWhite.com.au
 
Na Austrália o pagamento da renda é feito (por norma) semanalmente. Deve, no entanto, estar preparado para pagar o equivalente a duas semanas de renda à “cabeça” – o chamado “bond” ou caução. 
 

Trabalho: onde e como encontrar

Antes de começar a disparar os modelos de Curriculum Vitae (CV) que utiliza habitualmente faça uma pesquisa online para perceber qual o modelo mais utilizado (e aceite) na Austrália. E mais importante ainda, informe-se sobre a sua área de formação académica para perceber como obter o reconhecimento de competências.
 
Resolvida essa questão é hora de partir à descoberta de ofertas. Deixamos-lhe alguns sites de emprego:
1. Australian JobSearch (portal do governo australiano)
2. Seek.com.au
3. Careerbuilder.com
4. Careerjet.com.au
5. Careerone.com.au
6. Jobs.com.au
7. Jobsearch.com.au
8. Mycareer.com.au
9. Jobseeker.org.au
10. Jobs.ozfreeonline.com
 
Caso as suas candidaturas corram bem (como esperamos) é ainda importante que saiba que antes de iniciar funções deve informar-se o obter o seu Tax File Number - número fiscal Australiano – que pode ser obtido online.


Salários

Os salários praticados neste país são muito equivalentes aos praticados na Europa, no entanto, o custo de vida na Austrália é relativamente mais baixo, não só em termos de serviços, como em relação ao custo dos bens essenciais.
 

Custo de Vida

Nas grandes cidades o custo de vida pode ser mais alto, mas a verdade é que o custo de vida na Austrália é mais baixo do que na Europa, perfeito para os emigrantes que pretendem partir rumo a um local que lhes permita amealhar algumas poupanças.

infografia

 

Cuidados de Saúde

O governo da Austrália ajuda a suportar despesas médicas básicas, através de um programa chamado Medicare Austrália. O governo subsidia ainda o custo de grande maioria dos medicamentos para pessoas inscritas no programa Medicare. Se está à procura de emprego na Austrália para emigrar, deve verificar a sua elegibilidade para se inscrever no programa assim que lhe seja possível. Para isso irá necessitar de apresentar não só o passaporte, como documentos de viagem e informações sobre o seu visto.
 

Língua

A Austrália não tem uma língua oficial definida. O inglês é a língua nacional e é, muito semelhante ao inglês britânico, por isso, se está a considerar começar à procura de emprego na Austrália e domina o inglês, não tem com que se preocupar.


Informe-se e procure apoio

Para terminar deixamos-lhe apenas mais uma nota. Antes de partir, perca todo o tempo necessário a informar-se sobre o estilo de vida e a cultura australianas. Informação não falta e até o próprio governo australiano o ajuda. Pode encontrar facilmente um guia com toda a informação relevante (até sobre a própria história do país).
 
E claro não deixe de consultar as páginas mais relevantes onde pode encontrar todo o apoio que necessite, como:
 
1. Embaixada de Portugal
2. Department of Immigration and Citizenship Website
3. Visa Entitlement Verification Online (VEVO)
4. Portuguese in Australia
5. Information Planet
 
Se está mesmo decidido a emigrar para a Austrália só lhe podemos desejar toda a sorte do mundo e esperar que tudo corra pelo melhor.
  Facilite a sua vida fora do país - Curso de Inglês com 20 aulas gratuitas >>
Veja também: