AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Emprego como vigilante: o que precisa de saber

Se considera que a profissão de vigilante poderia ser a ideal para si, reúna informações acerca da mesma.

Emprego como vigilante: o que precisa de saber
Está a ponderar entrar nesta profissão?

Está a ponderar trabalhar e à procura de emprego como vigilante? É uma profissão de risco, na medida em que zela pela segurança de todos os que se encontram ao seu redor, mas pode também ser vista como uma profissão extremamente recompensadora, por saber que existem pessoas a depender de si e de que trabalha para o bem estar alheio.


Em que consiste um emprego como vigilante?

Um vigilante é um profissional que trabalha para assegurar a proteção e segurança, quer de empresas, quer de outro tipo de entidades. Este profissional pode ainda ter como tarefa proceder ao controlo de entradas e saídas de pessoal, quer se tratem de clientes, quer de colaboradores.



Qual o perfil para emprego como vigilante?

Se está a ponderar candidatar-se a uma vaga para emprego de vigilante e/ou inscrever-se numa empresa de segurança privada, deverá primeiro saber se tem o perfil necessário para o cargo em questão.

Considera-se uma pessoa justa e íntegra? É proativo e consegue manter a calma em situações de stress? É um bom observador, prestável e, acima de tudo, responsável? Preocupa-se com os outros e procura agir da forma mais correta face situações com colegas e clientes? Caso reúna estas caraterísticas, isso significa que poderá ter um futuro como vigilante.



Quais as habilitações necessárias?

Para conseguir emprego como vigilante, é necessário ter, no mínimo, o 9º ano de escolaridade. A formação superior também poderá ser valorizada mas, por norma, quando se tratam de empresas da área da segurança, é dada toda a formação inicial necessária ao cumprimento das tarefas.



É necessário fazer um curso?

Existem diversos tipos de cursos privados, necessários para conseguir emprego como vigilante. Estes cursos irão permitir-lhe obter o Cartão Profissional de Vigilante, que é atribuído pelo Departamento de Segurança Privada da PSP e necessário à prática desta atividade. Estes cursos têm ainda a vantagem de instruir futuros seguranças ou vigilantes, de forma a que cumpram devidamente as suas funções, preparando-os para o trabalho que terão pela frente. Qualquer curso privado irá valorizar a instrução de determinados temas obrigatórios, como os seguintes:
  • Diversidade, direitos do homem e direitos fundamentais;
  • Princípios deontológicos;
  • Perfil profissional;
  • Elaboração de relatórios;
  • Segurança e higiene no trabalho;
  • Crime, procedimento penal e meios de provas.
Dois minutos chegam para concorrer ao emprego dos seus sonhos >>
Veja também: