AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Emprego em Moçambique para Portugueses

Se encontrar emprego em Moçambique faz parte dos seus planos, aqui ficam algumas informações úteis.Não perca ainda a nossa infografia.

Emprego em Moçambique para Portugueses
Nos últimos anos têm sido muitos os portugueses que decidem rumar a Moçambique

Aprender Inglês: a melhor forma de ser contratado lá fora

São já aos milhares os portugueses que trocaram Portugal por um emprego em Moçambique. Entre os que são empurrados pelo desemprego ou pela crise, há também aqueles que partem em busca de novas oportunidades profissionais encorajados pelo forte crescimento do país. E prevê-se que esta tendência ainda se possa manter e é fácil de perceber porquê, já que além das inúmeras possibilidades de emprego, há também um elevado potencial de crescimento profissional.

Moçambique é um sítio maravilhoso, com um povo acolhedor e bom clima, mas emigrar para este destino não é, de todo, sinónimo de facilidade. Se a ideia também lhe agrada, descubra onde pode encontrar ofertas de emprego em Moçambique para Portugueses.


Por que motivo devem os portugueses emigrar e trabalhar em Moçambique?

São mais de 25 mil os portugueses a residir já na ex-colónia portuguesa que anunciou, no ano de 2014, a previsão de abertura de cerca de 8 mil postos de trabalho para os próximos quatro anos, oferecendo contratos com valores que chegam ao dobro dos salários praticados no nosso país.

As oportunidades de emprego em Moçambique são muitas e variadas e, devido à falta de profissionais qualificados locais, as empresas são obrigadas a procurar mão-de-obra no estrangeiro. Tendo em conta que é um local muito agradável em termos de qualidade de vida, é fácil perceber por que motivo muitos indivíduos escolhem ir trabalhar em Moçambique.


Mercado de trabalho: o que vai encontrar?

Não é de estranhar o fascínio dos portugueses por este país. Conhecido como “a Pérola do Índico”, Moçambique é cada vez mais um destino de eleição para muitos profissionais portugueses, não só pela afinidade linguística ou das condições de vida, mas também porque o país oferece possibilidade de construir uma carreira sólida e obter remunerações acima da média.
 
O mercado de trabalho é obviamente bastante permeável a profissionais estrangeiros, mas entrar não é “pêra doce”, já que para poder exercer a sua atividade, primeiro tem que ultrapassar todas as questões legais. Depois há ainda que considerar que Moçambique é um país onde se podem encontrar muitos contrastes. Ou seja, antes de partir deve ter consciência de que - dependo da zona a que se destine - pode encontrar realidades muitos diferentes. O mesmo é dizer, que trabalhar em Maputo, pode ser diferente de trabalhar em outras zonas, como a Beira ou Nampula (duas das onze províncias em que o país está dividido).
 
Ainda assim, as oportunidades são mais que muitas. Além da vasta oferta de emprego, dada a carência de mão-de-obra qualificada que Moçambique regista (e que possibilita a criação de oportunidades para muitos profissionais portugueses), há ainda que considerar o fator económico. Um profissional português que pretenda trabalhar em Moçambique pode receber o dobro do valor em vigor em Portugal, para exercer as mesmas funções. Ainda assim, o melhor é negociar as questões logísticas e tentar que seja a empresa a assegurar alojamento, já que o custo de vida é elevado, principalmente a habitação, e só assim pode garantir uma vida mais “desafogada”.
 

Que ofertas tem ao seu dispor?

Banca, hotelaria, tecnologias da informação e comunicação (TIC), energia, marketing ou engenharia, são apenas algumas das áreas onde há muita falta de profissionais qualificados.

Em relação ao recrutamento, os profissionais portugueses são valorizados face profissionais de outras nacionalidades, devido às questões linguísticas e culturais, fatores que facilitam a integração dos indivíduos no contexto moçambicano.

O fato deste país ter uma gestão mais ocidentalizada do que, por exemplo, Angola, faz com que os portugueses tenham uma maior facilidade de integração e adaptação.

Estes são os setores onde existe mais procura de emprego em Moçambique:
  • Obras públicas
  • Construção civil
  • Hotelaria
  • Banca
  • Tecnologias de Informação e Comunicação
  • Indústria
  • Energia
  • Formação profissional
  • Transportes
  • Logística
  • Educação


Onde encontrar emprego em Moçambique para Portugueses?

Como dissemos, ofertas de emprego em Moçambique para portugueses (ou estrangeiros no geral) não faltam. Só precisa de saber onde procurar.
 

Sites de emprego:

1. Emprego.co.mz
2. My Jobs in Mozambique
3. Jobkon
4. Com Emprego
5. CBE
6. GRH
 

Banca:

1. Banco Único
2. Moza Banco
3. BCI
 

Empresas:

1. BDO
2. Hidroeléctrica de Cahora Bassa
3. KPMG
4. Visabeira
5. Vodacom
 
Importa sempre relembrar que os links que aqui deixamos são apenas alguns exemplos, para completar a sua pesquisa não deixe de estar atento aos sites de emprego nacionais. Também aí pode encontrar várias ofertas de emprego para Moçambique.


Salários em Moçambique

Um português a trabalhar em Moçambique pode auferir um salário cerca de 50% acima da média do que recebe em Portugal, a desempenhar funções idênticas.
 

O que necessita?

Para ingressar no mercado de trabalho moçambicano vai necessitar de respeitar alguns trâmites legais, entre os quais a obtenção de um visto e uma autorização de trabalho para pessoa estrangeira.
 
Relativamente à autorização de trabalho para pessoa estrangeira o primeiro passo será mesmo a elaboração de um requerimento endereçado ao Ministério do Trabalho. O pedido deve ser apresentado numa das Delegações Provinciais da Cidade de Maputo ou nos Centros de Emprego do Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional da zona a que pertence a empresa.
 
As modalidades de visto e a duração dos mesmos variam de acordo com a finalidade da deslocação, pelo que deve contactar os serviços das representações consulares moçambicanas em Portugal para obter todos os esclarecimentos adicionais.
 

Cuidados a ter

Partir à aventura pode ser muito entusiasmante, mas nem sempre tudo é um “mar de rosas”, pelo que quanto mais preparado estiver melhor. Apesar de Moçambique ser um país bastante hospitaleiro e onde a integração dos profissionais portugueses é considerada bastante fácil, há alguns cuidados que deve ter.
 
Além do cumprimento dos requisitos legais (como a obtenção da autorização de trabalho ou o visto) deve ainda ter especial atenção com as questões de alojamento, cuidados de saúde, escolas (caso viaje com filhos) e segurança. Mas não só. Antes de partir, recolha toda a informação possível sobre a empresa na qual vai trabalhar.
 
E claro. Lembre-se que tem ao seu dispor toda a informação necessária no Portal das Comunidades e na Embaixada de Portugal em Moçambique.
 
Cuidados à parte, quem por lá está não hesita em dizer que viver em Moçambique é “maningue nice”, que significa muito bom.

 

Cuidados de Saúde

As regiões de Maputo e da Beira têm acesso a hospitais e a clínicas de qualidade razoável, no entanto, isso não acontece em todo o país. A assistência na maior parte dos locais é precária.


Vacinas

Se está a pensar ir trabalhar em Moçambique, saiba que a vacina contra a febre amarela é obrigatória, mas recomenda-se também que seja vacinado para profilaxia da malária. Os surtos de cólera na época das chuvas são frequentes, de modo a que deve, nessa fase, consumir apenas água engarrafada e evitar legumes frescos.
 

Visto

É necessário um visto para que possa emigrar para Moçambique e existem vários tipos de visto, nomeadamente o visto de entrada, o visto de trabalho e o visto de residência.

Para trabalhar em Moçambique necessita de efetuar pedido para visto de trabalho. Esse visto tem uma validade de 30 dias, prorrogáveis até 60. Para ter acesso a este visto deve possuir um comprovativo de contratação, autorizado pelo Ministério do Trabalho de Moçambique. Após o término de ambos os períodos deve efetuar pedido de visto de residência.


infografia moçambique
 
Facilite a sua vida fora do país - Curso de Inglês com 20 aulas gratuitas >>
Veja também: