AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Emprego no Estado: como ser funcionário público

Sugestões para ser colaborador da Administração Pública, ou seja, para encontrar um emprego no Estado.

Emprego no Estado: como ser funcionário público
Onde encontrar anúncios de emprego no Estado?

Embora muitas mudanças tenham ocorrido ao nível das condições de trabalho dos funcionários públicos, encontrar um emprego no Estado continua a ser uma ambição para muitas pessoas. Mas são quase tantas as que querem um trabalho na Administração Pública como as que referem muitas dificuldades para atingir esse objetivo. Sistematizamos alguns passos que pode dar para tentar a sua sorte!


Onde encontrar anúncios de emprego no Estado?

A primeira informação que necessita de ter é que todos os processos de recrutamento para a Administração Pública têm que ser publicados na segunda série do Diário da República.
Assim sendo, fica a saber que logo que exista uma oportunidade de trabalhar na função pública, essa mesma oportunidade será aí anunciada.

Uma forma mais simples de aceder a todas as ofertas de trabalho e de estágio na Administração Pública é consultar a Bolsa de Emprego Público, também conhecida por BEP.



Que informações contêm os concursos públicos anunciados?

Antes de mais, deverá verificar se o concurso é externo (ou seja, aberto a todos os cidadãos) ou interno, (isto é, exclusivamente para funcionários públicos que desejem mudar de funções dentro da Administração Pública).

Depois, irá verificar que os concursos públicos indicam sempre o período de candidatura (dez dias, habitualmente) e os meios através dos quais os candidatos devem concorrer à oportunidade de emprego. Geralmente, para concorrer a uma vaga no setor público, é necessário o envio do curriculum vitae e de documentação adicional, como o certificado de habilitações, comprovativos de formações frequentadas, uma cópia do cartão de cidadão, entre outros elementos.

Nos concursos públicos anunciados são ainda indicadas quais as provas de seleção a que os candidatos serão sujeitos:
  • Análise curricular;
  • Prova de conhecimentos;
  • Entrevista de seleção;
  • Prova ou dinâmica de grupo;
  • Entre outras.

No caso das provas de conhecimentos e das entrevistas de seleção, geralmente é dada a indicação das matérias a estudar. Na maioria das vezes, é necessário ter conhecimentos sobre a legislação aplicável ao funcionamento da administração pública, além dos conhecimentos sobre a área específica à qual se está a candidatar (Turismo, Comunicação, Ação Social, Recursos Humanos, entre muitas outras áreas de intervenção dinamizadas pelas autarquias e outros organismos públicos).

Outro dado importante referido no concurso público é a remuneração a ser auferida pelo candidato selecionado.



Como concorrer?

Depois de reunir todos os elementos solicitados, deverá enviá-los em papel para a morada indicada no anúncio. Se preferir, pode entregar a candidatura presencialmente.
Não se esqueça de preencher o formulário de candidatura a funções públicas! Este será referenciado no próprio anúncio do concurso público e a sua não-entrega dá direito a exclusão do procedimento concursal.



Qual a duração do processo?

Os procedimentos concursais têm duração variável. Todo o processo é acompanhado pelo júri do concurso e a classificação final de cada candidato é calculada com base numa fórmula que integra elementos de todas as fases de seleção. Os resultados são publicados por ordem decrescente de classificação, pelo que logo saberá que ficou colocado se o seu nome for o primeiro da lista.



Existem mais formas de encontrar emprego no Estado?

Existe uma via alternativa: o INA – Direção Geral da Qualificação dos Trabalhadores em Funções Públicas – promove o Curso de Estudos Avançados em Gestão Pública, para licenciados. Este curso tem uma propina de 5 mil euros, mas garante que, se tiver classificação final igual ou superior a 12 valores, tem emprego garantido no setor público.

Veja também: