Publicidade:

6 empregos para quem gosta de redes sociais

Trabalhar e navegar nas redes sociais? Sim, é possível. Conheça alguns exemplos de empregos para quem gosta de redes sociais.

6 empregos para quem gosta de redes sociais
Quer ser pago para estar online?

Já imaginou não precisar de disfarçar e esconder do seu empregador que está no Facebook? Sim, é possível. Imagine um mundo onde é pago para navegar nas redes sociais. Conheça os nossos exemplos de empregos para quem gosta de redes sociais e encontre uma carreira para aproveitar ao máximo o Facebook ou Instagram.

Profissões para trabalhar com redes sociais


1. Gestor de marketing digital

Há cada vez mais empresas a apostar na presença digital, principalmente nas redes sociais e, para isso, recrutam colaboradores ou recorrem aos serviços de agências de comunicação para a função de marketeer digital.

As tarefas podem incluir a análise e planeamento da estratégia digital da empresa, a monitorização, aumento de interações e número de seguidores, e também pode passar por criar conteúdos para os vários canais digitais.

socialmedia

2. Web designer ou designer

Estes profissionais são responsáveis pela conceção e estética das imagens que vemos nos anúncios online e offline, incluindo o conteúdo das redes sociais que vai desde fotografias, a composições gráficas e vídeos.

Aqui também podemos incluir designers gráficos, editores de vídeo e fotógrafos como profissões que podem desempenhar esta função ou algumas das tarefas atribuídas a este cargo.

3. Web developer – jogos online

Alguém tem que desenvolver apps, aplicativos e jogos online, certo? Alguns destes jogos são desenvolvidos para serem incorporados e jogados nas redes sociais e são também várias as aplicações com ligação aos media sociais.

4. Representante do apoio ao cliente

As redes sociais dão acesso imediato às marcas. São vários os consumidores que recorrem a estas para reclamar, colocar dúvidas e até para deixar elogios. Assim sendo, é benéfico para a marca ter quem responda a estas solicitações o mais rapidamente e claro, se possível, aumentar a satisfação do cliente.

5. Copywriter

Copywriting é a ação de produzir textos, desde slogans a posts, que tem como propósito promover um produto, pessoa, ideia ou negócio. Nas redes sociais não basta apenas adequar a mensagem ao público-alvo, é preciso também adaptá-la ao meio usado e às regras. Por exemplo, no Twitter só tem 280 caracteres para escrever numa comunicação que envolva os seguidores da marca.

6. Analista de Mercado

O seu papel consiste em reunir e analisar os dados que permitem compreender o mercado dos consumidores e a sua evolução. Navegar nas redes sociais irá ajudar nesta análise para ver o que as pessoas querem, quem são os compradores atuais e potenciais e como avaliam o produto.

Veja também: