8 erros que os pais cometem com o cabelo das crianças

Descubra quais são os maiores erros que costumamos cometer no que diz respeito à cabeleira dos mais pequenos e evite-os, pela saúde do cabelo das crianças.

8 erros que os pais cometem com o cabelo das crianças
Conheça os erros mais frequentes

No que toca às crianças e à forma como devemos tratar delas, os palpites vê de todo o lado. Seja em relação à educação, alimentação, roupa e até cabelo. Com tanta informação em todo o lado e com tantas pessoas a dizerem como e o que devemos fazer, acabamos por cometer alguns erros com o cabelo das crianças que podem ser evitados fácilmente.

Neste artigo, dámos-lhe a conhecer os erros mais frequentes e contamos-lhe algumas dicas que podem dar uma ajuda, quando tiver dúvidas. 


8 erros que cometemos com o cabelo dos mais pequenos


Pentear os caracóis quando o cabelo está seco

Quando a criança tem o cabelo encaracolado, evite penteá-lo quando já está seco. Ao fazê-lo, não só vai desfazer os caracóis – que são tão bonitos! -, como também vai acabar por tornar o cabelo mais volumoso e quebradiço.

O ideal é pentear o cabelo quando este ainda está molhado, com um pente de dentes largos, desde o meio até às pontas, apenas para desembaraçar. Depois de desembaraçado, passe a escova desde a raíz até às pontas, para evitar quebras e para que todo o cabelo fique penteado e com um aspeto cuidado.



Lavar o cabelo todos os dias

Lavar o cabelo dos pequenos todos os dias é um dos erros mais cometidos. Evite fazê-lo e lave o cabelo apenas quando necessário. Se o cabelo for encaracolado, a oleosidade natural demora ainda mais para chegar da raíz até às pontas. O ideal é lavar de dois em dois dias mas, em caso de dúvida, lave quando notar que a raíz já está oleosa. 



Não usar cremes ou máscaras para ajudar a pentear

Normalmente só compramos champô para tratar o cabelo das crianças. Achamos que é suficiente e, por isso, deixamos de lado outros produtos, como máscaras ou cremes. Mas a verdade é que os cremes para pentear ajudam a manter o cabelo saudável, bonito e, além disso, facilitam a tarefa de pentar os cabelos, no fim das lavagens. Escolha um creme, gel ou óleo de pentear que não contenha álcool na sua composição, para evitar que os cabelos fiquem secos.



Usar e abusar do secador

Todos nós sabemos que o calor do secador é prejudicial para os cabelos, não só das crianças, quando o usamos em demasia. O ideal é usar o secador apenas no inverno ou quando a criança tomou banho antes de ir para a cama. Seja como for, sempre que usar o secador desembarace os cabelos da criança antes e mantenha o aparelho a pelos menos 30cm de distância do couro cabeludo. 



Deixar os pequenos irem dormir com o cabelo molhado

Para além de a criança poder ficar constipada, dormir com os cabelos molhados com frequência faz com que os fios se partam. Além disso, depois de algum tempo pode surgir caspa ou o couro cabeludo pode começar a escamar, já que a raíz não seca. Para evitar este erro, o ideal é lavar o cabelo sempre de manhã. Se não for possível – sabemos que as manhãs podem ser muito difíceis, seque o cabelo com o secador, antes de deitar as crianças. 



Lavar com água demasiado quente

A água muito quente seca o cabelo e pode causar a descamação no couro cabeludo. Sabemos que, principalmente no inverno, os pequenos gostam da água muito quente, mas tente evitá-lo. O ideal é que o banho seja rápido. Aplique o champô e massageie o couro cabeludo. Depois, passe por água e use amaciador, dividindo o cabelo em madeixas e aplicando o produto em cada uma delas. Passe novamente por água e pronto, o banho está tomado. 



Cortar o cabelo em casa 

Todos nós temos um cabeleireiro dentro de nós, no que toca a cortar o cabelo das crianças, certo? Pode parecer uma tarefa muito simples, mas a verdade é que o corte pode ficar muito diferente do que tinha em mente. O ideal é levar os pequenos a um profissional, idealmente especializado em cabelos de crianças. 



Usar produtos para adultos

Há linhas indicadas para crianças e o ideal é que aposte nessas. As fórmulas são mais delicadas e minimizam o risco de alergias e outros problemas, já que foram concebidos a pensar nos pequenos, ao contrário dos produtos para adultos.
 
Promete que vai ter mais cuidado com o cabelo das crianças? Já conhece os erros mais frequentes e também algumas dicas que vão facilitar a sua tarefa. Agora, basta pô-las em prática. 

Veja também:

Continuar a Ler