5 escapadinhas de primavera alternativas

Celebre o regresso do bom tempo com uma escapadinha de primavera alternativa.

5 escapadinhas de primavera alternativas
Está a pensar ir dar uma volta para celebrar a Primavera?

Quer ir de férias para aproveitar o bom tempo mas não quer ir para um destino que já toda a gente conhece? Ainda bem que temos uma lista com as 5 melhores escapadinhas de primavera alternativas.

Uma mão cheia de escapadinhas de primavera alternativas

Breslávia, Polónia

Varsóvia é uma das cidades mais visitadas da Polónia. Mas isso é porque a Breslávia ainda não foi descoberta pelos turistas. Pelo menos não em massa. Tem uma arquitetura igualmente interessante, com influências da Prússia e da Áustria, países que governaram a cidade ao longo da história.

A praça do Mercado é um ponto que não pode deixar de visitar, já que é aqui que encontra o edifício do governo local, que demorou cerca de dois séculos a estar concluído. Passe, também, pela Catedral de São João Batista e suba a torre de 91 metros.

Além de ser um ótimo destino para uma escapadinha de primavera alternativa, a Breslávia é ainda uma das cidades mais coloridas do mundo graças ao casario tradicional. 

polonia

Verona, Itália

Diz-se que a Primavera é a altura em que toda a gente se apaixona. Ora, ninguém fala em amor sem falar de Romeu e Julieta. E onde se passa a história/tragédia de amor de Romeu e Julieta? Em Verona, Itália, claro.

Muitas vezes ofuscada por Veneza, que fica mesmo ali ao lado, Verona tem os seus encantos e muito menos turistas. Visite a Casa de Julieta, que tem direito à varanda. Passei pelo Anfiteatro Romano ou até a Galeria de Arte Moderna Achille Forte, um edifício medieval com obras de 1840 a 1940. Ver hotéis >>

verona

Roterdão, Holanda

Ao contrário de Amesterdão e dos seus canais, Roterdão está mais virado para a arquitetura contemporânea. Há edifícios vistosos, pontes imponentes como a Erasmus Bridge, parecida com um cisne moderno, e até mercados que são autênticos hinos da arquitetura moderna.

O Marktal é um mercado gastronómico que fica debaixo de um arco gigantesco terminado em 2014. O melhor desse arco é o mural de Arno Coenan, que o cobre na totalidade. Há ainda a Estação Central, construída em forma de boomerang. Mas também há história por aqui. O SS Rotterdam é o maior navio alguma vez construído na Holanda e está agora à disposição dos visitantes. Ver hotéis >>

roterdao

Bergen, Noruega

Bergen é a segunda maior cidade da Noruega e foi, pelo menos até ao século XIII, a sua capital – e é agora uma das melhores escapadinhas de primavera alternativas. Mas esqueça o tamanho da cidade. Bergen tem aquela atmosfera típica de uma pequena cidade, muito graças aos edifícios do século XVIII de Bryggen, uma zona considerada Património Mundial pela UNESCO.

É fácil perder horas só a olhar para os edifícios todos alinhados e todos coloridos mas reserve tempo para visitar o KODE, onde existe uma das maiores coleções de arte e design da Escandinávia, incluindo obras de Edvard Munch, o pinto do famoso quadro “O Grito”. Ver hotéis >>

bergen

Helsínquia, Finlândia

Uma das atrações mais importantes da capital da Finlândia, que faz desta uma dos melhores destinos para uma escapadinha de primavera alternativa é a Fortaleza de Suomenlinn, onde a entrada é gratuita. Fica numa pequena ilha onde se tem acesso apenas de ferry e está aberta aos turistas desde 1973. Há ainda um submarino desativado onde é possível entrar. Mais uma vez, guarde tempo para a praça do mercado, a praça mais central da cidade. Ver hotéis >>

hensinquia

Veja também: