4 dicas para escolher o carro certo para si

Escolher o carro que vamos comprar não é tarefa fácil. Nesse caso estamos aqui para ajudá-lo a tomar a decisão certa. Por vezes é vale a pena seguir o coração.

4 dicas para escolher o carro certo para si
Por vezes a emoção é o caminho a seguir.

Acha que está na altura certa para trocar de carro? Se já tomou a sua decisão saiba que pode optar entre carro novo ou usado. O truque está em escolher o carro certo para si, mas surge a dúvida, como o posso fazer?
Em questões amorosas fala-se muitas vezes na metade da laranja, com os carros podemos viver realidades semelhantes. Há carros mais indicados para determinadas pessoas, e outros que encaixam perfeitamente com o estilo de vida de cada um.
Vamos conhecer algumas dicas para saber como escolher o carro certo.
 

4 aspetos a considerar ao escolher um carro

 

1. Prever o futuro

Um pouco de futurismo pode ser recomendado nestes casos. Antes de comprar um carro pense um pouco à frente. Tem filhos? Animal de estimação? Vai fazer viagens longas? Como faz as suas compras? São tudo questões importantes. Já vamos saber qual a influência que têm no momento de escolher o carro.

 

2. Só para um ou para a família

Há vários tipos de carroçaria: carinhas, sedans, citadinos, e a lista não fica por aqui. Resta saber qual a mais indicada para si. Se tiver vários filhos a carrinha pode ficar em vantagem, quer pelo espaço da mala e facilidade de acesso, mas também pelo espaço que permite ter. Para um opte por um desportivo. Dois lugares e um motor potente a gasolina, capaz de o fazer sonhar, contudo, lembre-se do ponto anterior: preveja o fututo.

 

3. Longas viagens ou percursos pequenos

A questão do combustível levanta-se: carro a gasolina ou gasóleo? Os carros a gasolina são mais baratos e têm uma manutenção mais barata também, contudo o combustível é mais caro e, por norma, têm consumos superiores. A diesel o custo inicial do automóvel é mais caro, bem como a manutenção, contudo o diesel é mais barato. Desta forma um carro a gasóleo só compensa se fizer muitos quilómetros diariamente, caso contrário a gasolina é a opção a seguir.
Se escolher o carro certo para si, baseando-se no seu percurso, caso faça viagens mais longas pode querer optar por um sedan e deixar os citadinos de parte, já que carros familiares têm por norma mais conforto, que lhe permitem fazer as jornadas de forma mais descontraída.

 

4. Siga o seu coração

A emoção, por vezes, fala mais alto. Ao escolher o carro que vai comprar - a dica pode parecer inútil - não siga apenas os dados estatísticos. O carro certo para si é aquele pelo qual está apaixonado, porque nessas situações, aqueles problemas menores, como um som de pisca incomodativo, um acesso à mala que não faz sentido, pouco espaço nos lugares traseiros, são totalmente esquecidos quando liga o carro e começa a conduzir. 
Já dizia Confúcio: "Escolhe um trabalho que gostes, e não terás de trabalhar nem um dia na tua vida". Faz sentido, ou está confuso?


Veja também: