Publicidade:

5 espaços de coworking no Porto

A partilha de espaços para trabalho é uma tendência popular no mundo laboral. Conheça aqui espaços de coworking no Porto e fique a par das condições.

5 espaços de coworking no Porto
Espaços partilhados para trabalhar

Conhece o coworking? Traduzindo o termo literalmente como co-trabalho, podemos definir o conceito como a partilha de espaços de trabalho por freelancers, startups, empreendedores e outro tipo de profissionais por conta própria. Apresentamos aqui alguns espaços de coworking no Porto, para os trabalhadores independentes da cidade Invicta.

Se trabalha a partir de casa, ou se procura um espaço de escritório mais flexível e dentro de um orçamento, consulte a nossa lista. O preço do aluguer ou da utilização do espaço de coworking inclui, à partida, as necessidades de luz, água, secretarias e, por vezes, até salas de conferência, salas de refeição e copas.

5 espaços de coworking no Porto


cowork portoFonte: Unsplash/punttim

1. Typographia Work

Este espaço, localizado na privilegiada zona da Cordoaria, bem ao lado da Torre dos Clérigos, é direcionado para empreendedores, freelancers e empresas que procurem ambientes multidisciplinares, num edifício completamente reabilitado. A área de trabalho está num open space de cerca de 130 m2 e possui 18 postos fixos completamente equipados. Para quem pretenda usar as amplas mesas de trabalho, é atribuído um cacifo individual. A Typographia disponibiliza sala de reuniões, copa, zona lounge e pátio exterior.

Onde: Rua dos Mártires da Pátria, 144, 4050-368 Porto
Preços: Entre os 25 e os 100/mês

2. PortoSoul Coworking

A cerca de 200 metros da Estação de São Bento (para metro e comboio), o PortoSoul Coworking funciona também num edifício histórico. Os postos de trabalho estão equipados com módulos de gavetas privativos e acesso à internet por cabo. É também dado o acesso a uma pequena copa e são garantidos alguns serviços dentro da prestação mensal, tais como número de telefone fixo, sala de reuniões e acesso a uma cloud privativa de 10gb.

Onde: Rua Mouzinho da Silveira, 222, 4050-417 Porto
Preços: 15 euros (por dia) / 50 euros (por semana) / 120 euros (por mês)

3. CRU Cowork

Localizado no quarteirão artístico do Porto, o CRU Cowork é um espaço que combina uma loja de autores, galeria, oficinas e o espaço de coworking. Um espaço dedicado a quem trabalha, sobretudo, em atividades criativas, num ambiente informal, inspirador e descontraído. O espaço estende-se por 400 m2 e dispõe de área de refeições, copa, sala de reuniões, pátio e até uma mesa de ping pong. Garantem a receção do correio, a internet e o café, animais de estimação são bem vindos no espaço e pode alugar uma mesa individual no open space, ou um atelier.

Onde: Rua do Rosário, 211, 4050-534 Porto
Preços: Entre os 30 e os 130 euros, de acordo com a tipologia.

4. Cool.Office

Com a possibilidade de trabalhar como nómada ou residente, o Cool.Office garante um acesso total de 24 horas ao espaço. Um espaço localizado num edifício centenário, numa zona da cidade perfeita para quem se desloca de automóvel. É-lhe garantida uma secretária individual com cadeira ergonómica, com as comodidades esperadas e limpeza incluída. É disponibilizada uma sala de reuniões e um serviço de secretariado base.

Onde: Rua Costa Cabral, nº 2075, 4200-230 Porto
Preços: 85 euros (nómada) / 120 euros (residente) / 250 euros (escritório individual)

5. Muratto OPEN SPACE

Um dos espaços de coworking no Porto melhor localizados, junto à movimentada Avenida da Boavista, o Muratto foi pensado enquanto escritório para designers, arquitetos e artistas. Possui um espaço com equipamento multimédia, comodidades de escritório, sala de reuniões, espaço exterior, biblioteca e um café/bar. Pode escolher entre um espaço de trabalho individual ou compartilhado, assim como alugar apenas o espaço para reuniões separadamente (10 euros/2 horas).

Onde: Rua Pedro Homem de Melo, 242-A, 4100-139 Porto
Preços: 3,50 euros (por dia) / 15 euros (por semana) / 55 euros (por mês)

Veja também:

Júlia Rocha Júlia Rocha

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, sempre se deu bem com os livros, teclados de computador e canetas. A importância da palavra escrita num mundo tecnológico, aliada à história, ao cinema, literatura e televisão, são os seus maiores campos de interesse.