5 espaços em Lisboa dedicados à literatura

Espaços que inspiram escritores e leitores, que organizam eventos literários e outras atividades onde as palavras são o ponto de partida.

5 espaços em Lisboa dedicados à literatura
Um convite à leitura, ao diálogo e à reflexão

Lisboa viu nascer grandes figuras da literatura: Fernando Pessoa, Jorge de Sena, António Lobo Antunes, Mário de Sá-Carneiro, Ana Luísa Amaral, António Vieira, Matilde Rosa Araújo, Cesário Verde — e estes são apenas alguns escritores que da cidade retiraram matéria para a sua produção literária.

Por isso, neste artigo, sugerimos 5 espaços em Lisboa dedicados à literatura. Aproveite para visitá-los, inspire-se, conviva, folheie aleatoriamente um livro e acompanhe-o com um chá ou um café. É uma oportunidade para descobrir ou redescobrir alguns lugares repletos de história e de estórias.


5 espaços em Lisboa dedicados à literatura

 

1. Casa Fernando Pessoa

pessoa Instalada na Rua Coelho da Rocha, a Casa Fernando Pessoa funciona como um museu, uma biblioteca e uma livraria. Foi inaugurada em 1993 com o principal objetivo de homenagear o escritor, a sua obra e um dos locais onde viveu.

Os visitantes podem usufruir de um jardim, um auditório para a realização de eventos (sessões de leitura, colóquios, encontros e outros espetáculos) e uma biblioteca inteiramente dedicada à poesia. Parte do espólio do poeta, que inclui objetos pessoais e peças de mobiliário, encontra-se igualmente em exposição.
 


2. Fundação José Saramago

saramago A Casa dos Bicos, situada na Rua dos Bacalhoeiros, alberga desde 2012 a sede da Fundação José Saramago — com vista para uma oliveira, que veio de Azinhaga, junto à qual foram depositadas as cinzas do escritor.

A Fundação organiza frequentemente conferências, exposições e recitais, pretende colocar-se ao serviço da cultura e atender ainda aos problemas do meio ambiente. Organiza, anualmente, os Dias do Desassossego, em novembro — um programa que inclui mesas-redondas, música, teatro, passeios literários e outras atividades.
 


3. Livraria Ler Devagar

ler Situada no complexo Lx Factory, em Alcântara, esta livraria independente foi fundada em 1999. Para além de milhares de livros à venda, os visitantes podem assistir a recitais, apresentações de livros, usufruir de exposições, participar em workshops, entre outras propostas.
 


4. BAOBÁ Livraria

baoba A livraria BAOBÁ — nome que recolhe inspiração de uma árvore — revela-se um espaço convidativo, repleto de criatividade e dedicado aos livros ilustrados. Está instalada na Rua Tomás da Anunciação e disponibiliza todo o catálogo da editora Orfeu Negro, mas também muitos títulos de outras editoras (Kalandraka, Pato Lógico, Planeta Tangerina, Tcharan). Conta com um espaço destinado a exposições, hora do conto e outras sessões culturais.
 

5. Cabine de Leitura

cabine Na Praça de Londres encontra-se uma minibiblioteca, instalada dentro de uma antiga cabine telefónica, que proporciona o empréstimo de livros de forma informal. Com o objetivo de estreitar os laços comunitários e fomentar a leitura, o projeto apresenta-se num espaço invulgar e inesperado e é fácil de utilizar.

Cada visitante escolhe um livro, registando o seu nome num papel e comprometendo-se a devolver o livro uns dias depois. Deve deixar sempre outro livro em sua substituição, para que outras pessoas o possam descobrir.

Veja também: