6 esquemas de Facebook nos quais tem de deixar de cair

Fizemos uma lista com vários esquemas de Facebook nos quais tem de deixar de cair. Conheça-os e saiba como proteger-se.

6 esquemas de Facebook nos quais tem de deixar de cair
Adote alguns cuidados no Facebook

É daquelas pessoas que só utiliza o Facebook para ver vídeos de gatinhos, para comentar as fotos da família ou para jogar aqueles jogos que ninguém conhece? Se não é um utilizador experiente, deve ter alguns cuidados extra para não cair em esquemas do Facebook e ceder informação privilegiada a terceiros.

Descubra vários esquemas de Facebook nos quais tem de deixar de cair para se proteger contra grandes males.

Esquemas de Facebook aos quais deve estar atento


O “novo” velho amigo

Recebeu um pedido de amizade de alguém que já possuía nos contactos? Desconfie. Antes de tudo, é importante contactar a pessoa “duplicada” para perceber se aconteceu alguma coisa à conta antiga. É que há probabilidades de ser alguém desconhecido a tentar roubar informação a amigos da pessoa copiada, como um perfil falso.

Fundos solidários

As redes sociais estão inundadas de indivíduos mal-intencionados e capazes de imaginar os piores esquemas para roubar dinheiro às pessoas mais inocentes. Uma das formas mais eficazes é através da criação de uma história triste, na qual o utilizador é convidado a contribuir para um fundo solidário. Depois de transferir o dinheiro, fica complicado reavê-lo.

Conversas estranhas

Um contacto conhecido enviou-lhe uma mensagem estranha? Desconfie. É um dos esquemas de Facebook mais utilizados. Há pessoas que não possuem uma palavra-passe forte nas contas de Facebook, fazendo com que alguém mal-intencionado possa aceder à mesma de forma fácil.

conversas estranhas no facebook

Vírus

Há vírus que se infiltram nos computadores e que enviam mensagens aos contactos que os utilizadores possuem no Facebook. Mensagens como “Olha o que andam a dizer sobre ti!”, capazes de deixar o destinatário bastante curioso, e uma ligação na qual o destinatário pode carregar para ceder informação ou apanhar vírus.

Testes

“Faça o teste!” Estas palavras parecem-lhe familiares? É um dos esquemas de Facebook mais utilizados para roubar informação aos utilizadores. Ao aceder aos testes, os utilizadores são convidados a partilhar informações como nome, lista de contactos e muito mais. Se quiser fazer testes, faça-os em sites que sejam conhecidos e fidedignos.

Ofertas

Os famosos “giveaways” ou passatempos do Facebook também são um belo método de roubar informação privilegiada. Um iPad de graça? Uma PlayStation gratuita? Claro que queremos participar! O que é que é preciso fazer? Ceder informação pessoal, claro. E assim, as empresas que os organizam ficam com informação privilegiada.

Veja também:

Nuno Margarido Nuno Margarido

Jornalista formado pela Universidade de Coimbra, assume-se uma pessoa curiosa e até a mais simples engrenagem ou linha de código o fascina. Os seus interesses dividem-se por vários mundos, com destaque para a tecnologia, o gaming, o vídeo, a fotografia e o cinema.