PLANO DE SAÚDE MEDICARE - 6 mensalidades sem compromisso

Estalar os dedos: faz mal?

Será que estalar os dedos é prejudicial para a sua saúde? 

Estalar os dedos: faz mal?
Mito ou realidade?

Estalar os dedos, para algumas pessoas, torna-se num acto tão banal como lavar as mãos. Ansiedade, irritação, agressividade, ou até uma prática inconsciente que se adquiriu ao longo do tempo, são os principais motivos para produzirmos o tão célebre som “Creck, Creck, Creck”. Mais do que um vício, será que é um gesto que poderá trazer complicações para a nossa saúde? Fique a conhecer a resposta neste artigo.


Faz mal estalar os dedos?

Toda a gente já ouviu falar que estalar os dedos faz mal e que até podem causar doenças reumáticas como a artrite. No entanto, esta prática tão comum entre os mortais tem associada algumas vantagens e desvantagens.

Segundo um estudo realizado pelo professor Raymond Brodeur, cujo objectivo foi analisar 300 pessoas com este vício para descortinar possíveis problemas nas articulações, chegou-se a algumas conclusões que ajudam a desmistificar uma dúvida que prevalece no ar. O resultado deste estudo não indicou que esta prática tivesse alguma relação com o aparecimento de artrite, no entanto, registaram-se algumas adversidades:   
  • Pontos negativos – Pode causar lesões nas articulações levando à perda de flexibilidade e diminuição da força nos dedos.
  • Pontos positivos – Regista-se um aumento da mobilidade nas articulações após o estalido. Quando as articulações são pressionadas, existe um conjunto de receptores tendinosos que são estimulados e os músculos ficam relaxados.
 

O que é aconselhável

Não está provado cientificamente que estalar os dedos cause patologias como a artrite, no entanto, é notório que não deve fazer desta prática um hábito. Se é daquelas pessoas que no seu quotidiano usa e abusa compulsivamente destes estalidos, fique a saber que tem maior predisposição para adquirir algumas complicações.


Dicas para combater este hábito

Parar de estalar os dedos só depende de si. Embora este acto seja muitas vezes feito de forma inconsciente, pode em primeiro lugar ganhar consciência das desvantagens que são inerentes a este vício. Para iniciar a sua luta pode pedir ajuda a pessoas que estão consigo habitualmente. Sempre que o fizer é chamado à atenção e isso poderá contribuir para mudar os seus hábitos.

Uma das principais causas que leva à prática deste gesto, muitas vezes até considerado como linguagem corporal, é a ansiedade. Um dos caminhos a seguir é também combater a ansiedade: tomar um chá de camomila ajudará a amenizar as suas inquietações.


Curiosidades

As articulações que compõem o nosso corpo são envolvidas por um líquido sinovial. Este líquido ajuda no deslizamento das articulações. No acto de dobrar ou esticar o dedo, estamos a contribuir para que os ossos se saparem. Neste processo existe um pormenor designado por cavitação, que provoca a formação de bolhas de gás e em que quando as mesmas são quebradas, produz o tão famoso “creck”.  

Veja também: