Estuda muito mas não tem boas notas? 5 dicas essenciais

Estudar pode ser doloroso, sobretudo quando os resultados não correspondem ao esforço. O bom desempenho pode estar a uma curta distância. Ora veja.

Estuda muito mas não tem boas notas? 5 dicas essenciais
Dicas para quem estuda muito mas não tem um bom desempenho

É daquelas pessoas que passa horas a estudar mas mesmo assim não tem boas notas? Muitas pessoas encontram frequentemente uma enorme discrepância entre o tempo de estudo e os resultados obtidos.

Aqui ficam as nossas dicas para superar este obstáculo e melhorar o seu desempenho.

Estudo muito mas não tenho boas notas, e agora?

Nem sempre estudar muito nos leva a ser bem sucedidos ou, pelo menos, tão bem sucedidos quanto esperaríamos. Conheça os fatores que poderão estar a obstruir o seu processo de assimilação de informação e coloque em prática as nossas dicas para melhorar.

O estilo de vida adequado

Tal como na aprendizagem de qualquer matéria, vamos começar pelas bases: não negligencie o sono! A parte mais importante do processo de aprendizagem ocorre enquanto dormimos. As memórias de curto prazo tornam-se memórias de longo prazo durante o sono.

Por isso, não deixe de ter pelo menos 7-8 horas de sono por dia. A privação do sono prejudica o funcionamento pleno do cérebro, o que causa uma diminuição na sua produtividade.

acordar

Exercício q.b.

Faça exercício 5 a 6 dias por semana. Muitas pessoas deixam este aspeto para último na sua lista de prioridades diárias, mas isso é um erro. Gerir o seu tempo com responsabilidade também significa ter algum para cuidar de si.

Alimentar o cérebro

Comer de forma saudável é fulcral para um bom desempenho. A Organização Mundial de Saúde recomenda comer de acordo com diretrizes nutricionais claras, fáceis de seguir e que garantem uma melhor saúde e uma proteção a longo prazo contra doenças cardiovasculares e diabetes.

Comer saudável também significa obter as vitaminas adequadas para ajudar o seu sistema nervoso a funcionar eficientemente e o seu cérebro a concentrar-se no estudo.

Planeamento e organização

Organize-se. Estudar a toda e qualquer hora não é eficaz. Reserve 2 a 3 horas por dia para estudar intensivamente, faça pausas para se alimentar e para se hidratar e mexa-se: o movimento ajuda a processar a informação!

metodo de estudo

Melhore o seu método de estudo

Tem a impressão de que é “lento” e de que “precisa de mais tempo do que os outros” para assimilar a matéria de estudo? Provavelmente, o seu problema reside nos métodos de estudo que usa.

Tendo melhorado o seu estilo de vida, o seu cérebro funcionará com toda a sua capacidade. Agora é hora de trabalhar no estudo propriamente dito.

Em primeiro lugar, tem a certeza de que está realmente a estudar? Para aprender de forma eficiente tem que estar num estado de concentração máxima: não pode haver lugar para distrações, uma visualização rápida do feed do Facebook ou uma resposta àquela SMS que acabou de chegar.

Use cartões de estudo (flashcards). Uma das maneiras mais eficazes de se memorizar informação. Pode fazê-lo manualmente – escreva o conteúdo mais importante em pequenos cartões coloridos e coloque-os dentro das páginas do manual  de estudo – e também virtualmente, com apps como o Anki.

Tire notas. Muito mais eficiente do que apenas sublinhar partes de textos, tomar notas e pensar criticamente sobre o conteúdo irá ajudá-lo a dominar a informação. Pode desenvolver o seu próprio estilo ou adotar um já existente, como o sistema Cornell. De qualquer forma, combine as suas necessidades e tempo com o sistema que escolher, uma vez que tomar notas requer um investimento significativo de tempo.

Pense visualmente. Use mapas mentais, desenhos e fluxogramas para ilustrar as suas ideias. 60% das pessoas respondem melhor aos estímulos visuais quando se trata de aprender. Descubra se é uma delas e tente aprender o mais visualmente possível.

Veja também: