Fado no Xisto: sugestões para um fim-de-semana de Carnaval inesquecível

Fuja à rotina no fim-de-semana de Carnaval. Delicie-se com a gastronomia e paisagens da Região Centro e não perca o Fado de Coimbra no Xisto.

Fado no Xisto: sugestões para um fim-de-semana de Carnaval inesquecível
Descubra como passar o Carnaval este ano

Quer passar um fim-de-semana de Carnaval fora do comum mas não sabe o que fazer? Não procure mais. Deixamos-lhe aqui sugestões únicas que o vão levar a viajar no tempo, com boa comida, música e, claro, como não poderia deixar de ser na Região Centro do país, paisagens de cortar respiração.

O Fado no Xisto promete fazer deste Carnaval um fim-de-semana inesquecível. Comece dia 10 a percorrer os Passos do Moleiro, no Caminho do Xisto do Gondramaz, faça uma pausa para almoçar no Pátio do Xisto, aproveite a tarde para mergulhar no silêncio do campo, jante “a 4 mãos” no Museu da Chanfana e termine o dia com os acordes da inconfundível guitarra portuguesa na Loja do Sr. Falcão. Dia 11 esperam-no as tradições de Carnaval das Aldeias do Xisto, em Aigra Nova, a 30 minutos de Miranda do Corvo.

O Fado no Xisto para um Carnaval diferente

Fado de Coimbra na Loja do Sr. Falcão

Fado Xisto

Dia 10 de Fevereiro, a Loja do Sr. Falcão, situada na Pereira, perto da Aldeia do Xisto de Gondramaz, irá proporcionar a todos os presentes uma noite única embalada pelos sons do Fado de Coimbra. Fundada em 1878, esta “loja com História” é uma montra de outros tempos, da gastronomia à louça, da higiene pessoal ao material escolar. É um verdadeiro portal que faz a delícia de qualquer visitante que aprecie uma viagem ao século XIX. O concerto terá início às 22.30, pelo que poderá aproveitar para se render às iguarias locais, em restaurantes de sabores antigos e únicos.

O que fazer?

Visitar o Parque Biológico da Serra da Lousã

Fado Xisto

O Parque Biológico da Serra da Lousã é um dos sítios a não querer perder na região. Situado em Miranda do Corvo, é um espaço que alia educação ambiental ao enaltecimento de valores e tradições locais, onde poderá encontrar inúmeras espécies e raças Portuguesas num ambiente protegido e o mais próximo possível do habitat natural.

Percorrer o Caminho do Xisto do Gondramaz – Nos Passos do Moleiro

Fado Xisto

Esta é mais uma das experiências de outros tempos a não querer perder quando na região. Percorrer este trilho é calçar as botas dos vários moleiros que por ele acediam aos moinhos de água que aí se encontram, entre a frondosa vegetação e na companhia da ribeira. O percurso, de 5,6 km, liga a Aldeia do Xisto do Gondramaz ao Parque de Merendas da Chapinha, podendo ser realizado nos dois sentidos, e permite visitar o Penedo dos Corvos, ponto onde poderá desfrutar de uma espectacular vista sobre o vale. Um dos sectores do percurso, junto ao leito da Ribeira de Espinho, encontra-se condicionado nos meses de Inverno e em dias de muita precipitação mas não é caso para desistir: existe um acesso à aldeia do Galhardo que permite sair do percurso a meio, evitando o troço para quem desce do Gondramaz.

Participar na Corrida do Entrudo nas Aldeias do Xisto

Fado Xisto

Noutros tempos, no Entrudo, havia corridas às aldeias mais próximas, em que jovens e graúdos declamavam quadras jocosas sobre os habitantes dessas aldeias e onde (quase) tudo era permitido. Hoje em dia, o percurso desta tradição de Carnaval é feito nas aldeias de Aigra Nova, Pena, Cerdeira e Ponte do Sótão e termina com um almoço-convívio na primeira dessas Aldeias, com todos os participantes e habitantes locais. Mais tarde, há bailarico, jogos que já poucos sabem jogar e algo a não perder: a II Edição do Desfile do Entrudo, no qual irão fazer parte cerca de dez foliões. Este ano, o evento decorrerá dia 11 de Fevereiro, pelo que é um excelente acrescento ao seu programa de fim-de-semana.

Onde comer?

Restaurante Museu da Chanfana

Com uma cozinha moderna e criativa que não faz esquecer os sabores tradicionais, o Museu da Chanfana, em Miranda do Corvo, é uma excelente aposta para jantar antes de se fazer ao Fado Xisto. Os pratos de carne de cabra velha, a sopa de casamento, a chanfana (claro está) e a nabada de amêndoa são algumas das delícias servidas neste espaço inserido no Parque Biológico da Serra da Lousã. Mais: no âmbito da Xisto Week, a decorrer até dia 14 de Fevereiro, o Museu da Chanfana irá abraçar, no dia 10, a iniciativa “Jantar a 4 mãos”, que promete servir os melhores pratos regionais, elaborados pelos chefes Vítor Fernandes e Luís Miguel Rodrigues.

Ver restaurante em bookinxisto.com/pt >>

Restaurante Pátio do Xisto

Este espaço, onde reina cozinha típica da região, faz parte da sociedade Pátio do Xisto, sendo contíguo à casa de campo com o mesmo nome, e serve deliciosos pratos com vista para a serra.

Ver restaurante >>

Onde dormir?

Hotel Parque Serra da Lousã

Também integrado no Parque Biológico da Serra da Lousã, este hotel de 4 estrelas fica a escassos minutos das incríveis paisagens e aldeias da serra. Com sala de leitura, piscina interior, SPA com sala de massagens, sauna, jacuzzi, banho turco e ginásio, um campo de ténis e um campo de squash, é o sítio perfeito para escapar ao stress do quotidiano e mergulhar nos encantos do campo.

Preço por noite (2 hóspedes, pequeno-almoço incluído): desde 65€ Ver alojamento em bookinxisto.com/pt >>

Casa de campo do Pátio do Xisto

Nascida do restauro de uma construção típica das Aldeias do Xisto com mais de uma centena de anos, a casa de campo do Pátio do Xisto é um espaço acolhedor onde paredes com tradição se aliam ao conforto da modernidade.

Ver alojamento >>

Veja também: