6 fatores de agravamento do seguro automóvel

Todos gostamos de encontrar a taxa de seguro automóvel mais barata, mas, em alguns momentos, ela pode aumentar. Conheça os factores de agravamento do seguro automóvel.

6 fatores de agravamento do seguro automóvel
Saiba o que pode agravar o seguro do carro

O objetivo de qualquer condutor é encontrar o seguro automóvel obrigatório mais barato possível, dentro das características e coberturas que necessita. Todos procuramos pagar menos, mas, ao longo da vida de condutor, corremos o risco, mediante determinados fatores e circunstâncias, de ser surpreendidos com o agravamento do prémio do seguro automóvel.
Alguns desses fatores e/ou circunstâncias estão sob o controlo do condutor e podem influenciar o valor do prémio (idade do veículo, idade do condutor, tempo de carta de condução) mas existem outros que fogem, em absoluto, desse controlo. Cada seguradora pode fixar os seus preços, sendo por essa razão que os prémios variam. Conheça alguns dos fatores que aumentam o prémio do seguro automóvel.

Factores que levam ao agragamento do seguro automóvel

1. Acidentes

Nos termos da apólice uniforme do seguro obrigatório de responsabilidade civil automóvel, emitida pela Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF), ocorre um agravamento do prémio de seguro automóvel quando tenham ocorrido sinistros e estes sejam da responsabilidade do segurado, e caso tenham dado origem o um pagamento efetuado pela seguradora (indemnizações ou constituição de uma provisão).
Neste último caso, para que aconteça o agravamento do prémio do seguro automóvel, além da constituição da provisão por parte da seguradora, é necessário que a mesma tenha assumido a responsabilidade perante terceiros.

2. Violações do código

Determinadas violações/condutas do condutor que originem infrações podem aumentar o prémio do seguro automóvel. Por exemplo, as multas por excesso de velocidade, ainda que isoladamente não tenham influência no preço do seguro automóvel, podem levar as seguradoras a considerarem a sua condução mais arriscada e ser um fator de agravamento do seguro automóvel na altura da renovação. No entanto, sublinhe-se, este facto, por si só, não faz com que o prémio do seguro automóvel aumente.

3. Franquia

A franquia pode influenciar o preço do seguro automóvel. Isto porque a franquia corresponde ao valor pelo qual o tomador do seguro se responsabiliza. Logo, o valor em causa pode reduzir o preço do seguro.

4. Descontos que expiram

Quando faz a cotação, e respetiva aquisição de determinado seguro automóvel, ou durante o processo de renovação, é possível que tenha conseguido descontos junto da sua seguradora. No entanto, alguns deles são temporários e caducam no final de algum tempo. Esteja atento a esses prazos para não ser surpreendido com um aumento do prémio do seguro automóvel.

5. Mudança de residência

O preço do seguro automóvel é influenciado consoante a sua residência. Se vai mudar de residência atenção que essa alteração pode encarecer o prémio do seguro. Isto porque se mudar de habitação para um concelho considerado de maior risco de assalto ou passar a ter de deixar o se carro parqueado, durante a noite, na rua, a seguradora vai aumentar o valor do prémio.

6. Idade do condutor e anos de condução

A idade do condutor tem influência no prémio do seguro automóvel e, por isso mesmo, pode originar aumentos. Condutores mais idosos podem vir a sofrer agravamentos no seu seguro. Também os anos de condução são tidos em conta para se chegar ao valor do prémio. Quando mais jovem e menos anos de carta tem o condutor, mais caro será o seguro automóvel.

Veja também: