3 dicas para ficar mais calmo em poucos minutos

Inspirar pelo nariz, expirar pela boca. Esta é apenas uma das técnicas usadas para ajudar a relaxar. Saiba como ficar mais calmo em 3 passos.

3 dicas para ficar mais calmo em poucos minutos
Descubra algumas técnicas de relaxamento

Mindfulness, relaxar, acalmar e abrandar o ritmo são palavras-chave nos dias de hoje, em que o ritmo é cada vez mais acelerado. Assim sendo, descubra como ficar mais calmo em 3 passos.

No entanto, antes de conhecer estes passos, recomendamos que escolha um local isolado, onde não o interrompam e que se deixe relaxar.

Como ficar mais calmo em 3 passos


Passo 1: Respiração

como relaxar

No rebuliço do dia a dia, muitas vezes esquecemo-nos da importância de respirar corretamente. Na verdade, uma respiração lenta e profunda pressupõe inspirar pelo nariz e expirar pela boca. Deste modo, através deste pequeno exercício, estamos não só a desintoxicar o nosso organismo, como também a controlar a ansiedade e o stress.

Como tal, sugerimos um primeiro exercício para o ajudar a ficar mais calmo. Numa posição confortável, sentado ou deitado, inspire pelo nariz em 4 tempos e expire em 8 tempos pela boca. Repita o exercício durante um minuto. Tenha em atenção que, quando inspira, o espaço intercostal deve aumentar e à medida que for expelindo o ar esse espaço vai sendo contraído.

Este exercício pode ser importante para o ajudar a acalmar num momento mais tenso como, por exemplo, numa conversa mais difícil. Desta forma, quando sentir que está a perder o controlo, opte por parar um momento e fazer este exercício de respiração.

Passo 2: Controlar os pensamentos

controlar pensamentos

Quando a meditação começou a ganhar alguma notoriedade, um dos seus principais objetivos era “limpar a mente”. Durante aqueles minutos de introspeção, pretendia-se esvaziar a cabeça, isto é, não pensar em nada.

Contudo, rapidamente essa teoria caiu por terra, quando se concluiu que a ideia de eliminar os pensamentos tinha o efeito contrário, isto é, esses mesmos pensamentos acabavam por ficar recalcados. Neste sentido, a meditação defende que devemos deixar os pensamentos fluir.

Como tal, um exercício para o ajudar a ficar mais calmo passa por listar e visualizar as suas preocupações dentro de uma caixa. Após colocar cada problema dentro da caixa, deve analisar um a um, atribuindo a devida importância a cada um deles. Por fim, abra a caixa e liberte cada pensamento, um a um.

Passo 3: Mexa-se

pilates

Um dos sintomas de stress relaciona-se, muitas vezes, com dores de tensão, que se localizam sobretudo nos ombros e pescoço. Neste sentido, e para ajudá-lo a relaxar e a ficar mais calmo, vamos socorrer-nos de alguns exercícios de relaxamento para aliviar essas dores de tensão.

Um dos exercícios que pode fazer, mesmo no escritório, é alongar o pescoço, rodando a cabeça de um lado para o outro e oscilando para a frente e para trás.

Por outro lado, se tiver oportunidade de ir para um local mais recatado, comece por fechar os olhos. De seguida, estique os dois braços, na vertical, encostados na cabeça ligeiramente atrás das orelhas, e entrelace os dedos durante trinta segundos.

Em alternativa ou como complemento, repita o exercício anterior mas rodando o tronco, em períodos de quinze segundos, alternando para cada um dos lados.

Veja também: