Fobia a aranhas: sintomas e formas de tratamento

A fobia a aranhas é um dos medos de animais mais comuns. Saiba como enfrentar este receio.

Fobia a aranhas: sintomas e formas de tratamento
Conhece a aracnofobia?

Aracnofobia é um termo que deriva da palavra grega “arachne”, que significa aranhas. Ora, tal como o nome indica, a aracnofobia consiste numa fobia a aranhas, que se torna incontrolável e inexplicável.

Existem diferentes níveis de fobia a aranhas. Há pessoas que, apesar de terem medo desses insetos, conseguem tolerar estar a uma distância de segurança dos animais, enquanto há outras que sequer conseguem entrar numa sala onde esteja o dito bichinho.

Os sinais desta fobia a aranhas passam, sobretudo, pela demonstração de episódios de tremores, taquicardias, alteração na respiração e até suores inexplicáveis.

Causas da fobia a aranhas

Afinal, o que pode estar na causa deste medo?

A verdade é que as causas podem ser variadas. Enquanto algumas pessoas já “nascem” com o medo, outras “aprendem” que a aranha é algo a temer e a fobia vai evoluindo. Além disso, existem muitos casos de pessoas que passam a ter medo de aranhas depois de sofrerem um episódio traumático que envolva este animal.

Uma curiosidade acerca desta fobia é o facto de ser uma condição mais comummente associada à cultura ocidental do que à oriental. Pesquisas indicam, também, que a aracnofobia surge como uma resposta inata à evolução da espécie (pois é vista como uma ameaça à vida e saúde do ser humano).

Sintomas da fobia a aranhas

Os sintomas de fobia a aranhas costumam manifestar-se desde logo na infância. Veja o que sente uma pessoa que sofre deste medo, quando é confrontada com a presença ou imagem do animal:

  • Batimentos cardíacos acelerados;
  • Tonturas;
  • Náuseas;
  • Perda de controle das emoções e alterações bruscas no comportamento;
  • Dor no peito;
  • Dificuldade em respirar;
  • Tremores;
  • Suores;
  • Distúrbios gastrointestinais;
  • Pensamento de que se pode morrer naquele momento;
  • Construção de uma realidade alternativa.

Em algumas pessoas, os sintomas só se manifestam quando as mesmas mantêm contacto visual com o animal, no entanto, nos casos mais extremos, só a ideia de ver uma aranha já pode desencadear alguns dos sinais de alerta.

Formas de combater a fobia a aranhas

Existe tratamento para a fobia a aranhas? A verdade é que vai depender da predisposição de cada um e da reação às abordagens de tratamento.

Além de sessões de psicoterapia e acompanhamento psicológico, geralmente é indicado fazer uma espécie de terapia de choque, que envolve ações que levam o doente a enfrentar as aranhas. Para combater a fobia, há que a enfrentar!

Como tratar a aracnofobia?

  • Comece por pesquisar umas fotografias e vídeos de aranhas na internet. Desta forma, vai começar a habituar-se à presença do animal, ainda que virtualmente;
  • Assim que se sentir mais à vontade com o primeiro passo, visite um jardim zoológico ou parque biológico e tente entrar na zona que tem aranhas;
  • Segure uma aranha de brincar;
  • Procure um amigo que tenha uma aranha de estimação e observe-a dentro do seu aquário. Assim que se sentir preparado, observe-a com a tampa do aquário aberta e, como passo final, tente segurar no animal.

Não deve tentar apressar cada um dos passos. Vai levar o seu tempo, mas é quase garantido que vai ter sucesso e aprender a lidar com este tipo de fobia.

Veja também: