5 razões para treinar a força muscular

Treinar a força muscular não é apenas para quem quer “ganhar músculo”. O treino de força traz várias vantagens à sua saúde. Saiba quais.

5 razões para treinar a força muscular
Conheça os benefícios deste tipo de treino

O treino de força muscular pode ser feito com máquinas de musculação e pesos livres, com acessórios como elásticos, por exemplo, e utilizando também o próprio peso corporal. A força, no âmbito do desporto e da educação física, pode ser caracterizada como a capacidade que o músculo tem de exercer tensão contra uma resistência.

No desporto, o treino de força é utilizado como um meio para aumentar o desempenho dos atletas e prevenir as lesões. Em termos estéticos, quem faz este treino procura melhorar a firmeza muscular e diminuir a flacidez e aumentar a massa magra, diminuindo a percentagem de massa gorda.

Mas o treino da força muscular não serve só para isto, este tipo de treino proporciona também vários benefícios para a saúde. Prevenir doenças, aumentar massa óssea e reabilitar lesões são apenas alguns exemplos destes benefícios.

Treino de força muscular: 5 motivos para começar já

1. Prevenir a osteoporose

Com o avançar da idade, para além da perda de massa muscular, a densidade óssea também diminui. Esta perda pode ser atenuada através do treino da força muscular, utilizando pesos livres, máquinas de musculação ou mesmo o peso do próprio corpo, prevenindo assim a osteoporose.

2. Atenuar a dor lombar

As dores de costas são muito comuns. Para melhorar este desconforto, em vez de deitar-se e descansar, tente treinar a sua força muscular.

Um estudo, publicado no jornal britânico BMJ Open Sport & Exercise Medicine, seguiu um grupo de pessoas, com dores lombares frequentes, que fizeram três sessões de pesos livres por semana. Ao fim de 16 semanas de treinos, estas pessoas relatam sentir menos 72 a 76 por cento de dores de costas e sentiram também menos limitações físicas no dia-a-dia.

treinar a força muscular

3. Melhorar os níveis de açúcar no sangue

Na prevenção e tratamento da diabetes tipo 2, a atividade física é fundamental. O exercício ajuda os músculos a absorverem a glicose do sangue e transformam-na em energia, melhorando assim o controlo da glicose.

Os exercícios de cardio ajudam o corpo a administrar a insulina, mas o treino de força, segundo a American Diabetes Association, tornam-no mais sensível a isso.

4. Reduzir a ansiedade

São bem conhecidos os efeitos benéficos do exercício físico nos estados de stress e ansiedade. Um estudo, publicado no jornal Frontiers in Psychology, descobriu que realizar exercícios de resistência com pesos, ajuda na redução de sentimentos de ansiedade. Embora não seja bem clara a razão do treino de força muscular diminuir os níveis de Cortisol, a hormona do stress.

5. Prevenir doenças cardiovasculares

A American Heart Association, para prevenir doenças cardiovasculares, aconselha a realização de 30 minutos diários de atividade física de intensidade moderada. Se foi diagnosticado com uma doença cardíaca, o exercício físico ganha uma importância maior.

O European Journal of Preventive Cardiology analisou 34 estudos e concluiu que o treino da força muscular melhora a aptidão aeróbia, tanto quanto o exercício aeróbio, com a vantagem de melhorar, simultaneamente, a força do corpo inferior e superior.

Veja também: