Foz d’Égua: o paraíso ideal para recuperar energias

Visite Foz d’Égua e surpreenda-se. As casas de xisto, as paisagens e as piscinas naturais são um encanto. Para quem é um bom garfo, a visita é obrigatória.

Foz d’Égua: o paraíso ideal para recuperar energias
Percorrendo os oásis naturais da rota do xisto

A aldeia de Foz d’Égua pertence à freguesia do Piódão, no concelho de Arganil, distrito de Coimbra. As típicas casas de xisto e a natureza em estado puro fazem desta aldeia o destino perfeito para uma escapadinha em família.

Apesar de não ser tão conhecida como a vizinha Piódão, a aldeia tem uma beleza natural que tem atraído não só adeptos do turismo da natureza, mas também aqueles que procuram um lugar recatado para relaxar. Além disso, a qualidade dos alojamentos e os sabores tradicionais da gastronomia fazem as delícias dos seus visitantes.

Foz d’Égua: maravilhas para descobrir

foz-d-egua

Em plena Serra do Açor, são muitas as Aldeias de Xisto que merecem a sua visita. Lá encontrará bons alojamentos, a simpatia e o bem receber das suas gentes, restaurantes que oferecem pratos típicos – regados com bom vinho -, e, como não podia deixar de ser, as belas paisagens e monumentos históricos que deixam qualquer um rendido aos seus encantos.

Para organizar a viagem e não se preocupar com burocracias, as Aldeias do Xisto disponibilizaram uma plataforma que reúne toda a informação da região. A partir do Book in Xisto poderá reservar alojamento, mesa nos restaurantes, planear caminhadas com guias especializados, saídas de BTT , desportos motorizados ou descidas de rio. Deixamos-lhe aqui algumas sugestões do que pode visitar e, sobretudo, saborear, em Foz d’Égua e arredores.

1. Praia fluvial

foz-d-egua_praia-fluvial

A praia fluvial de Foz d’Égua, considerada uma das mais bonitas do país, encontra-se na confluência da ribeira de Chãs d’Égua com a do Piódão. A construção de um açude levou à formação de uma magnífica piscina natural, com águas calmas e cristalinas, formando um autêntico oásis natural.

O acesso pedonal a esta praia é feito por umas escadinhas de xisto. Chegados à base da encosta, o espaço é amplo e muito agradável. Seja para estender a toalha de praia ou a do piquenique, o descanso, a paz e o encanto são garantidos.

2. Piódão, a “aldeia presépio”

foz-d-egua_piodao

Classificada como “Aldeia Histórica de Portugal”, Piódão é uma aldeia vizinha de Foz d’Égua e que vale a pena visitar. A disposição das casas de xisto ao longo da encosta da Serra do Açor, é uma das características mais vincadas da aldeia, razão pela qual é apelidada de “aldeia presépio”.

Aqui encontrará vários locais de interesse para visitar, nomeadamente a Igreja Matriz do século XVII ou o Núcleo Museológico do Piódão – onde estão expostos os costumes, as tradições e modo de vida das suas gentes.

A aldeia disponibiliza uma boa oferta turística, com alojamento, restauração e diversas lojas com o que de mais tradicional ali se produz – artesanato, licores, mel, pão e outros deliciosos produtos gastronómicos.

3. Fraga da Pena

foz-d-egua_piodao

A Reserva de Recreio da Fraga da Pena, em plena Paisagem Protegida da Serra do Açor, é conhecida pelas suas belas quedas de água e pelas povoações protegidas de carvalhos-alvarinho, azereiros, azevinho e castanheiros. A par com a Reserva natural Parcial da Mata da Margaraça, é um dos locais mais bonitos do interior da região centro do país.

4. Museu Monsenhor Nunes Pereira

foz-d-egua_museu-monsenhor-nunes-pereira

Localizado na aldeia de Fajão, o museu mostra uma vasta obra em xilogravura, aguarelas e objetos pertencentes à história da aldeia. A instituição foi dedicada a Augusto Nunes Pereira, um sacerdote da terra, conhecido pela sua obra em gravura e pela escrita de poemas.

Foz d’Égua: maravilhas para saborear

Restaurante João Brandão

foz-d-egua_restaurante-joao-brandao

Com vista privilegiada para a Serra da Estrela, o restaurante João Brandão situa-se na Aldeia das Dez, em plena Serra do Açor. Pão caseiro, bacalhau à lagareiro, carré de borrego com molho de mel e tomilho e a tarte de maçã são algumas das especialidades que vai encontrar no cardápio do chef holandês  Frenkel de Greeuw. Reserve aqui o seu lugar à mesa >>

Restaurante O Fiado

foz-d-egua-restaurante-o-fiado

Localizado na aldeia de Janeiro de Cima, o Fiado  deve o seu nome à atividade tradicional da tecelagem do linho, muito praticada na região. Os pratos são servidos com elegância e a explodir de sabor. Experimente o bacalhau, o cabrito, as chanfanas e os maranhos. Reserve aqui o seu lugar à mesa >>

Restaurante O Buke

foz-d-egua_restaurante-o-buke

Localizado no Villa Pampilhosa Hotel, uma das preciosas ofertas de alojamento das Aldeias do Xisto desta região, O Buke tem à sua disposição um amplo e agradável espaço para saborear os pratos típicos. Das mãos do jovem chef Flávio Silva, o cardápio oferece cabrito das Beiras, bacalhau da couvada e a truta. Para sobremesa, delicie-se com a  tigelada da Pampilhosa da Serra e o arroz doce aromatizado. Com água na boca? Reserve aqui o seu lugar à mesa >>

Restaurante Santo Amaro

foz-d-egua

Também na Sertã, este restaurante de ambiente requintado é conhecido pela sua deliciosa sopa de peixe do rio, pelo bacalhau com molho d’oliva, pelos maranhos à moda da Sertã e pelos cartuchos de amêndoa à moda de Cernache. Com água na boca? Reserve aqui o seu lugar à mesa >>

Restaurante Ponte Velha

foz-d-egua

O restaurante fica situado no coração da Sertã e o cardápio é bastante apetitoso, focado sobretudo em pratos típicos e o que melhor se fez durante gerações por estas paragens. Aconselhamos a sopa de peixe, o bucho recheado, o cabrito assado, o achigã com molho verde e, para sobremesa, a deliciosa tigelada. Reserve aqui o seu lugar à mesa >>

Veja também: