5 dicas para evitar ser vítima de fraude automóvel

Evitar ser vítima de fraude automóvel implica alguns cuidados simples, que vão dificultar a vida a quem o quiser enganar.

5 dicas para evitar ser vítima de fraude automóvel
Saiba o que fazer

Negócios de grandes valores, como a compra e venda de carros, atraem burlões que, se não tivermos cuidado, nos vão conseguir enganar. Para evitar ser vítima de fraude automóvel há algumas medidas que deve tomar antes de fechar o negócio – estas dicas podem vir a poupar-lhe alguns milhares de euros.

5 dicas para não ser vítima de fraude automóvel

1. Vá acompanhado por um especialista

A primeira coisa a fazer para evitar ser vítima de fraude automóvel é levar consigo um mecânico, ou um amigo que perceba do assunto. Não só precisa de alguém para analisar o automóvel de modo a determinar qual o seu real valor, mas também para ver se há inconsistências: há carros que, por exemplo, têm os quilómetros alterados, e a melhor forma de ver se é o caso é através do seu estado.

2. Confirme o historial do automóvel

De modo a prevenir a fraude automóvel, deve ir a uma loja do cidadão com a matrícula do veículo para saber se o vendedor esconde algo sobre ele, e verificar o seguro pela internet. Estes são dois passos essenciais que o vão ajudar a saber mais sobre o automóvel que quer comprar.

3. Receba em dinheiro

Alguns burlões pagam por automóveis com cheques roubados, fingindo assim que a transferência é realizada. Ao vender o seu automóvel, a melhor forma de fugir a este tipo de burla é receber em dinheiro, tendo sempre o cuidado de ficar com alguma informação sobre a outra pessoa para o caso de algo acontecer. Não se esqueça de receber o dinheiro antes de mudar o registo de propriedade do carro.

4. Não entregue documentos a quem não conhece

Documentos pessoais podem vir a ser preciosos para burlões. Caso precise de entregar documentos faça-o pessoalmente, e nunca vá sozinho. Caso os vá ceder sem ser pessoalmente, escreva sobre eles a função para a qual estão a ser cedidos, para que seja mais seguro fazê-lo.

5. Não tenha pressa

Quando um negócio parece ser muito bom, há quem se apresse e negligencie alguns aspetos. O melhor é fazer pelo menos duas a três visitais antes de comprar um carro, pois caso contrário pode acabar por não ter atenção a um aspeto específico, onde pode ser enganado. Para evitar a fraude automóvel lembre-se que, se parece bom demais para ser verdade, é porque não o deve ser.

Veja também: