Frieiras: o que são e como tratar

As frieiras são muito comuns no inverno tanto nos pés como nas mãos. As origens podem ser inúmeras. Fique a conhecer os melhores tratamentos.

Frieiras: o que são e como tratar
Como tratar as frieiras das suas mãos

As frieiras aparecem devido a uma reação da pele ao frio e às variações de temperatura. Existem pessoas mais suscetíveis de sofrer com frieiras. Normalmente a exposição ao frio faz com que os vasos sanguíneos da pele se contraiam demasiado, dificultando a circulação do sangue nas extremidades do corpo.

Quando ocorre de seguida uma exposição ao calor, há um aumento brusco da quantidade de sangue que chega às extremidades, não é seguido pela dilatação dos vasos que é necessária, provocando uma saída do sangue dos vasos para a pele. Gera-se uma reação inflamatória que se dá pelo nome de frieira.


Sintomas mais comuns das frieiras

A reação inflamatória que surge proporciona ao doente:
  • Comichão ou sensação de queimadura;
  • Dor;
  • Inchaço;
  • Cor que pode ir do vermelho ao azul-escuro e, quando pressionada, a pele apresenta manchas brancas;
  • Feridas (nos casos mais graves)


Zonas mais afetadas pelas frieiras

As zonas mais afetadas são as extremidades do corpo (mãos, pés, orelhas, nariz) que estão mais expostas ao frio e que com mais frequência procuramos aquecer para restabelecer a temperatura.

Normalmente as frieiras são mais comuns entre os idosos e as mulheres, quando existem alterações da circulação sanguínea e história familiar. As frieiras também são comuns em pessoas que exercem a atividades ao ar livre.

O período de duração é cerca de duas semanas mas existem frieiras que podem persistir durante toda a época fria, conduzindo a feridas que poderão infetar.
 

Como tratar e prevenir as frieiras

  • Proteja as zonas do corpo mais expostas ao frio – para isso deve usar luvas, meias e calçado quente e confortável, gorro e cachecol para preservar o rosto;
  • Evite mudanças repentinas de temperatura – quando entrar num espaço com ar condicionado, deve retirar as luvas e o gorro e deixar a pele habituar-se à temperatura ambiente.
  • Não se exponha a fontes de calor intenso – como aquecedores, lareiras e água quente pois agravam os sintomas.
Alguns exemplos de produtos que pode utilizar:


Friax

frieiras
  • Creme antissético e regenerador.
  • Rubefaciente e hidratante. 
  • Protege e cuida a pele exposta ao frio. Alivia a comichão provocada pelas frieiras.
  • Aplicar várias vezes ao dia, uma pequena quantidade do creme sobre a área a tratar e friccionar suavemente para facilitar a absorção do produto.
  • O valor ronda os 5€.

 

Akilhiver

creme
  • Akilhiver protege a pele dos pés, mãos e rosto contra os efeitos nefastos do frio, vento e humidade, assegurando a regeneração cutânea.
  • Aplicar nas zonas expostas ao frio e renovar sempre que necessário.
  • Não utilizar sobre chagas ou feridas.
  • A sua textura leve e não gordurosa proporciona uma aplicação agradável com perfume suave.
  • É constituído por: Ginkgo biloba que é vasculoprotector, anti-edematoso e venotónico.
  • É constituído por alantoína e enoxolone que é complexo anti-inflamatório, cicatrizante e anti-pruriginoso.
  • É também constituído por vitaminas A e E e Pro vitamina B5.
  • O valor ronda os 11€.

Veja também:

Raquel Pacheco Neves Raquel Pacheco Neves

Farmacêutica, Raquel Pacheco Neves é especialista na prevenção e no tratamento das mais variadas patologias, no que à farmacologia diz respeito. Com uma paixão especial pela puericultura, a promoção da saúde tem sido, desde sempre, o seu principal objectivo profissional.
O seu mais recente projeto é o portal Bébéu.