Gastroenterite: tudo o que precisa de saber

Vómitos e diarreia são os principais sintomas da gastroenterite. Veja aqui os restantes e algumas dicas para lidar com esta doença.

Gastroenterite: tudo o que precisa de saber
A gastroenterite é uma doença com a qual muita gente já se debateu

A gastroenterite consiste numa inflamação e irritação do estômago e do intestino. É um problema vulgar, geralmente contagioso, provocado por uma bactéria ou vírus.

A gastroenterite faz-se acompanhar por diarreia, dores abdominais, náusea, vómitos e febre, por vezes. Não é uma condição séria, sendo que uma pessoa saudável acaba por recuperar sem dificuldades, em poucos dias (a menos que tenha o sistema imunitário comprometido: neste caso pode ser letal).

Causas da gastroenterite

A gastroenterite é, geralmente, causada por um vírus e/ou bactéria, e pode ser contraída ao entrar em contacto com comida ou água contaminadas, ou com alguém que esteja doente. Pode também ser o resultado de ingestão de comida mal cozinhada, o que permite a melhor propagação do vírus ou bactéria para o organismo.

Sintomas da gastroentrite

Os sintomas desta doença passam por diarreia, vómitos, dores abdominais, cãibras, perda de apetite (e por vezes, uma consequente perda de peso), febre,  dores de cabeça, dores muscularesdesidratação (pele e boca secas) e cansaço.

Gastro

Como tratar

Depois de identificados os sintomas, é importante agir rapidamente, de modo a combater a gastroenterite. Não existe uma cura ou tratamento para a gastroenterite, sendo a prevenção a melhor opção, evitando o contacto com alguém que já esteja doente.

Permanecer hidratado deve ser a principal preocupação quando se contrai uma gastroenterite. Assim, é fundamental ingerir líquidos durante e nos intervalos das refeições. Se beber for difícil, deve-se colocar pedaços pequenos de gelo na boca; sumos de frutas devem ser evitados (pois pioram a diarreia), tal como bebidas alcoólicas.

O consumo de bebidas energéticas é recomendado, de modo a ajudar com a hidratação e reposição de eletrólitos.

Em relação às refeições, estas devem ser feitas em quantidades pequenas, para o estômago acalmar. Comidas picantes, gordurosas e ácidas devem ser evitadas.

É importante ter atenção à medicação, sendo o ibuprofeno a única aconselhável. Nunca se deve dar aspirina a crianças ou adolescentes.

O repouso é absolutamente necessário. Caso os sintomas não desapareçam ao fim de cerca de três dias, deve-se consultar um médico.

Quando devem os adultos consultar o médico?

  • Não conseguem beber líquidos sem vomitar ao fim de 24 horas;
  • Vomitam durante mais de dois dias seguidos;
  • Vomitam sangue;
  • Estão desidratados;
  • Há sangue nas fezes;
  • Têm febre superior a 40ºC.

Quando devem as crianças e bebés consultar o médico?

  • Têm febre superior a 38.9ºC;
  • Estão letárgicas ou muito irritadas;
  • Estão com muitas dores;
  • Há sangue na diarreia;
  • Estão desidratadas;
  • Vomitam durante muitas horas seguidas;
  • Não molham a fralda em menos de seis horas;
  • Têm a boca seca e choram sem verter lágrimas;
  • Estão muito sonolentas e apáticas.

 

Veja também:

Ana Duarte Ana Duarte

Jornalista e gestora de comunicação no projeto Patient Innovation, Ana Duarte é mestre em Ciências da Comunicação, pela Universidade do Porto. A sua paixão pela escrita começou cedo, quando aprendeu a escrever e começou a criar os seus próprios jornais. Interessa-se por tecnologia, desporto, cinema e literatura.