Plano de Saúde Medicare

Gratuito durante 6 meses!

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt

Saber mais

Tudo sobre a Hepatite e os seus sintomas

Considerada a maior epidemia a nível mundial, é importante saber toda a realidade que envolve este problema de saúde. Conheça os pormenores neste artigo.

Tudo sobre a Hepatite e os seus sintomas
A realidade de uma doença mundial

Segundo os dados avançados pela OMS (Organização Mundial de Saúde), a Hepatite é a causa de morte de cerca de 1,4 milhões de pessoas. Apesar destes dados preocupantes, é uma doença que continua a ser esquecida e, muitas vezes, desconhecida por parte dos cidadãos no mundo.


Tudo sobre a Hepatite


O que é a hepatite?

É uma doença que se manifesta por uma inflamação do fígado e que pode ser detectada após uma simples análise laboratorial. A Hepatite pode ser aguda (dura até 6 meses) ou crónica.



Tipos de Hepatite

Os tipos de Hepatite que se têm registado mais em Portugal são a Hepatite A, Hepatite B, Hepatite C, Hepatite D e Hepatite E. No entanto, também existe a Hepatite G e as Hepatites auto-imunes que resultam de um mau funcionamento do fígado devido á acção de auto-anticorpos. Fique a conhecer melhor os pormenores destes diversificados tipos e as suas causas.



Causas da Hepatite


Hepatite A 

É um vírus transmitido por água e alimentos contaminados ou de pessoa para pessoa, quando se regista uma higiene deficitária. A detecção desta doença realiza-se através do sangue e a melhor maneira para evitar contrair esta patologia é tratar da sua higiene pessoal e consumir alimentos bem cozidos.

Sintomas mais comuns: Febre, vómitos, mal-estar, desconforto abdominal e fezes esbranquiçadas.



Hepatite B

Um dos meios de transmissão da Hepatite B é o sangue e, de modo geral, surge entre consumidores de drogas injectáveis quando partilham as seringas e também se registam entre casais heterossexuais, ou homossexuais do sexo masculino.
Uma mulher grávida, caso esteja contaminada com esta doença, corre o risco de infectar o seu bebé à nascença.

Sintomas mais comuns: Coceira pelo corpo, urina escura e cor amarelada na pele.  
 


Hepatite C 

A doença transmite-se frequentemente entre consumidores de droga, mas pode surgir através de transfusões de sangue. A transmissão sexual não é frequente neste caso. Esta patologia é responsável por muitos casos de hepatite crónica, como também por alguns casos de cirrose e de cancro hepático.  

Sintomas mais comuns: Perda de apetite, intolerância ao álcool, dores na zona do fígado e icterícia, pigmentação amarelada da pele.



Hepatite D

Este vírus manifesta-se simultaneamente com o vírus da Hepatite B, agravando a infecção. O risco de ficar contaminado é muito alto entre os consumidores de droga.

Sintomas mais comuns: Mudanças de personalidade, distúrbios do sono, comportamentos anormais.



Hepatite E 

Com causas semelhantes ao vírus da hepatite A, esta doença apenas apareceu em alguns países em desenvolvimento.

Sintomas mais comuns: Icterícia, falta de apetite, vómitos, aumento do volume do fígado e mal-estar.  



Hepatite G 

Embora não muito comum, esta hepatite foi descoberta em 1995 e é transmitida pelo contacto sanguíneo. 



Tratamentos para a Hepatite

Repouso, hidratação e boa alimentação são os requisitos principais para iniciar o tratamento para a hepatite. Nesta fase existe uma restrição aos medicamentos, porque quando o fígado está doente não consegue metabolizar de forma correcta. A bebida alcoólica também é outra restrição porque pode complicar ainda mais a doença.

No caso da Hepatite A o tratamento consiste na ingestão de bastantes líquidos e em evitar medicamentos que alterem o funcionamento do fígado. Por sua vez, em relação à Hepatite B é feita com uma medicação própria. No tratamento para a Hepatite C é usada uma medicação, designada por interferon alfa, administrada por via injectável.
 
Veja também: