Hérnia de hiato: causas, sintomas e tratamento

A hérnia de hiato é facilmente tratada, mas os seus sintomas podem ser muito incómodos. Saiba como evitar o problema, identificar os sintomas e atenuá-los.

Hérnia de hiato: causas, sintomas e tratamento
Esta doença surge, geralmente, em idosos e indivíduos com excesso de peso

Sabia que a hérnia de hiato é um problema que afeta cerca de 60% da população acima dos 60 anos, em todo o mundo? Sim, leu bem: mais de metade dos idosos sofre com este desconforto, que é fácil de tratar. Mas como podemos identificar a doença, aliviar os sintomas e procurar o melhor tratamento? Descubra tudo neste artigo.

Hérnia de hiato: o que é?


Uma pessoa sofre de hérnia de hiato quando ocorre o deslizamento de órgãos abdominais – geralmente, a parte superior do estômago desliza para dentro do tórax através do hiato do diafragma.

Esse hiato é um pequeno orifício do diafragma, músculo que separa o tórax do abdómen. Quando o orifício alarga, a pressão abdominal pode empurrar certos órgãos abdominais para dentro do tórax, provocando a formação da hérnia. Nela podem ser encontrados órgãos como o estômago, o intestino delgado ou o cólon, mas o mais comum é existir apenas o estômago no seu interior.

Esta doença, também chamada hérnia hiatal, ocorre mais frequentemente em pessoas com mais de 60 anos ou indivíduos obesos.

dor abdominal

Hérnia de hiato: causas e sintomas


Causas

A causa deste problema permanece, muitas vezes, desconhecida. No entanto, existe a hipótese de poder acontecer quando o diafragma se encontra fraco, o que permite a passagem de parte do estômago pelo hiato.

Nascer com um hiato muito largo ou sofrer de traumatismo torácico ou abdominal podem também ser duas causas possíveis para o surgimento desta hérnia.

Há, igualmente, a possibilidade da mesma ocorrer devido à pressão excessiva exercida em determinados músculos, causada por espirros, tosse, esforço para vomitar ou fazer fezes, excesso de atividade física, levantamento de pesos ou obesidade.

Sintomas

Quando a hérnia de hiato é de pequenas dimensões não costuma manifestar quaisquer sintomas e acaba por ser detetada quando o paciente faz exames solicitados pelo médico, devido a outros motivos de saúde.

Nos casos em que a hérnia é de dimensões maiores pode haver uma alteração dos mecanismos de proteção contra a passagem do ácido do estômago para o esófago, o que dá origem à azia e à doença de refluxo gastroesófágico.

A azia crónica pode causar úlceras e esofagite, uma inflamação na parede do esófago. Conheça outros sintomas causados pela hérnia de hiato:

  • Arrotos frequentes;
  • Ardor na garganta;
  • Dor de estômago;
  • Dor no peito;
  • Dificuldade para engolir (disfagia);
  • Sensação de digestão lenta;
  • Vontade de vomitar frequente;
  • Tosse seca e irritativa;
  • Sabor amargo frequente e mau hálito;
  • Dificuldade para respirar;
  • Crises asmatiformes;
  • Dor ao urinar;
  • Fadiga;
  • Palpitações;
  • Arritmia;
  • Anemia.

A maioria destes sintomas costuma ocorrer cerca de 20 a 30 minutos após as refeições e tende a ser algo passageiro.

Diagnóstico e tratamento


tratamento hernia de hiato

Esta hérnia costuma ser diagnosticada durante a realização de uma endoscopia digestiva alta, de uma radiografia contrastada esofagogástrica ou de uma tomografia computorizada (TAC).

Se o problema não manifestar sintomas, não é necessário haver tratamento. Caso contrário, o médico poderá prescrever medicamentos que reduzem a secreção de ácido pelo estômago, para eliminar os sintomas de doença de refluxo gastroesofágico, que causam dor.

Quando a hérnia é de grandes dimensões pode ser necessária uma correção cirúrgica. No entanto, esta decisão costuma ser reservada para casos de emergência ou para pessoas que não conseguiram ter sucesso no tratamento feito com medicamentos.

O médico pode, ainda, sugerir ao paciente que faça algumas alterações no estilo de vida – sobretudo, na dieta -, pois os hábitos saudáveis são a base de um tratamento eficaz.

Chocolate, café, refrigerantes, bebidas alcoólicas e alimentos fritos, condimentados, industrializados e ricos em gorduras são alguns dos exemplos que devem ser excluídos da alimentação de quem sofre de hérnia de hiato, pois aumentam o refluxo gastroesofágico – e, portanto, a dor.

Como atenuar os sintomas da hérnia de hiato


Existem outras medidas simples que podem ajudar a reduzir os sintomas da hérnia de hiato ou até mesmo evitar o aparecimento da mesma. Tome nota:

  • Não fumar;
  • Não fazer exercício físico em excesso;
  • Não usar roupas e cintos apertados;
  • Não comer muito durante as refeições;
  • Ingerir poucos líquidos durante as refeições;
  • Comer de 3 em 3 horas;
  • Beber água para reduzir a azia;
  • Não se deitar ou curvar após cada refeição;
  • Não comer antes de ir dormir;
  • Dormir com a almofada elevada.

O doente deve, também, manter sempre um peso saudável, ou perder alguns quilos, se for o caso.

Veja também:

Cátia Tocha Cátia Tocha

Formada em Ciências da Comunicação pela Universidade Autónoma de Lisboa, onde concluiu Licenciatura e Mestrado, começou o seu percurso como jornalista na Rádio. Hoje, escreve sobre diferentes áreas e tem já alguns anos de experiência na escrita para meios online.