Hipertireoidismo: quando a tiroide ataca

Os sintomas de hipertireoidismo podem ser facilmente confundidos com os de outras doenças.

Hipertireoidismo: quando a tiroide ataca
Saiba o que acontece quando a tiroide trabalha em demasia

O hipertireoidismo é uma perturbação que ocorre quando a glândula tiroide produz hormonas em excesso, o que provoca um grande impacto nas várias funções do organismo.

A tiroide é responsável pela produção das hormonas tiroideias – triodotironina (T3) e tiroxina (T4), que são essenciais à vida e que exercem vários efeitos a nível do metabolismo, crescimento e desenvolvimento do organismo.

O hipertireoidismo pode provocar uma grande variedade de sintomas de diferentes graus de gravidade. 


Sintomas do hipertireoidismo​

Quando se sofre de hipertireoidismo, em geral, as funções do corpo aceleram-se e os sintomas manifestam-se através de:
  • Ansiedade e irritabilidade
  • Insónias
  • Perda de peso sem perda do apetite (às vezes há aumento do apetite)
  • Taquicardia
  • Arritmias cardíacas
  • Tremores nas mãos
  • Retração das pálpebras
  • Suores e calor excessivo
  • Perda de força muscular
  • Diarreia ou aumento do número de evacuações
  • Nervosismo e inquietação
  • Menstruação irregular
  • Dificuldade para dormir e para se concentrar
  • Cabelos finos e quebradiços
  • Fraqueza muscular
  • Diminuição da libido
  • Náuseas e aumento do número de evacuações intestinais
  • Bócio
 

Causas do hipertireoidismo

Uma das causas mais frequentes de hipertireoidismo é uma doença auto-imune conhecida como bócio tóxico difuso ou Doença de Graves, que provoca uma produção excessiva das hormonas tiroideias.

Mas as causas podem ser outras causas, como:
  • Ingestão excessiva de iodo
  • Inflamação da tiroide devido a infecções virais ou outros motivos
  • Tumores não-cancerígenos da tiroide ou da glândula pituitária
  • Tumores nos ovários
  • O facto de ter parentes com hipertireoidismo é um factor de risco para contrair a doença



Tratamento do hipertireoidismo

O tratamento do hipertireoidismo pode ser feito através de  tratamento farmacológico, excisão cirúrgica da glândula tiroide ou o seu tratamento com iodo radioativo.


Tratamento com iodo

O tratamento com iodo é particularmente útil quando é necessário controlar o hipertireoidismo com rapidez, como seria em caso de uma crise da tiroide ou antes de uma cirurgia de urgência. É importante saber que o  iodo radioativo também destrói a tiroide e pode levar ao hipofuncionamento glandular.
 

Cirurgia à tiroide

A cirurgia é uma opção sobretudo em pacientes jovens com hipertiroidismo e em doentes que tenham um bócio volumoso. Após a cirurgia o paciente pode ficar com um certo grau de hipotiroidismo e pode haver necessidade de tomar hormona tiroideia para compensar os níveis baixos.


Desta forma, se tiver sintomas de hipertireoidismo, deve procurar um médico para identificar a causa do problema e iniciar o tratamento adequado.

Veja também: