IES 2016: O que saber

A IES em 2016 vem facilitar a vida a empresas e empresários com contabilidade organizada. Veja tudo o que precisa de saber sobre esta declaração 

IES 2016: O que saber
Saiba como e quando a entregar.

A IES (Informação Empresarial Simplificada) consiste numa declaração anual obrigatória a empresas e empresários com contabilidade organizada. A declaração é desmaterializada, sendo que se entrega por via eletrónica, e une várias declarações e contas anuais para fins contabilísticos, fiscais e estatísticos num só formulário. A entrega da IES em 2016 veio simplificar a vida a muitas empresas.

A IES pode apenas ser entregue pelo respetivo TOC (Técnico Oficial de Contas) e não pelo contribuinte de forma autónoma. Os formulários para a entrega da IES em 2016 podem ser encontrados no Portal das Finanças.
 

Qual o prazo de entrega?

A data de entrega da IES em 2016, de informação referente ao ano de 2015, é entre 1 de junho e 22 de julho de 2016. A data normal seria até 15 de julho, mas esta foi alterada devido a um atrasa na disponibilização da plataforma que permite a entrega da IES que foi apenas disponibilizada a 14 de junho.

 

Como se entrega?

A entrega não tem nada de complicado, e para poder entregar a IES em 2016 deve seguir os seguintes passos:
  • Entrar no Portal das Finanças
  • Selecionar “entregar IES” – aqui poderá preencher diretamente o formulário, ou poderá enviar o ficheiro correspondente ao mesmo desde que formatado como previsto na lei.
  • Submeter a IES, e guardar a referência que lhe é dada para poder pagar o registo de prestação de contas

O registo de prestação de contas terá um custo de €80 e deve ser pago no prazo de 5 dias úteis. Apesar do preço, a IES permite a redução dos custos de muitas empresas ao pôr fim à burocracia de entrega de relatórios anuais de contas. Agora, em vez de existirem entregas de relatórios a quatro entidades distintas, basta entregar por via eletrónica o IES.

Poderá encontrar os impressos da IES disponíveis no Portal das Finanças, caso queira fazer o download dos mesmos.

 

E se a IES não for entregue?

Qualquer empresa que não entregue a IES sujeita-se a sanções previstas na legislação fiscal, legislação do registo comercial e na legislação do sistema estatístico nacional, devido à falta de cumprimento das suas obrigações.  O melhor é entregar o IES, de modo a evitar tais problemas.

Note que a IES não implica que uma empresa possa deixar de responder a inquéritos do INE.  Informações com caráter específico para determinados setores de atividades continuam a ser recolhidas pelo INE através de inquéritos.
Precisa de dinheiro para começar um novo negócio? Agora é fácil! >>
Veja também: