Impressão 3D: tudo o que precisa de saber

A impressão 3D promete ser uma tendência em crescente nos próximos anos. Neste artigo dizemos-lhe tudo o que precisa de saber.

Impressão 3D: tudo o que precisa de saber
O futuro… hoje

Os cientistas ainda não inventaram uma forma de misturar átomos a nosso bel-prazer, mas estamos cada vez mais próximos de um futuro onde podemos criar tudo o que quisermos de forma instantânea. Já ouviu falar em impressão 3D? Faz ideia de tudo o que podemos criar com este tipo de impressão? Explicamos-lhe tudo neste artigo.

Impressão 3D: as respostas às suas dúvidas

O que é a impressão 3D?

A impressão 3D é um tipo de impressão que abre inúmeras possibilidades, uma vez que oferece ao utilizador comum a possibilidade de criar tudo aquilo que necessita, como brinquedos, calçado, ferramentas e muito mais.

Como o próprio nome indica, é uma impressão realizada a três dimensões por impressoras criadas para o efeito, que possibilitam a criação dos mais diversos objetos, em casa ou em qualquer lado.

Como funciona a impressão 3D?

Para fazer uma impressão 3D, é necessário ter o hardware e o software indicados. Em primeiro lugar, precisa de criar um modelo 3D, através do computador com programas criados especificamente para o efeito.

Para além do computador e do programa, o utilizador necessita também de ter uma impressora 3D capaz de colocar em prática uma das técnicas existentes para imprimir em 3D:

  • Modelagem por fusão e depósito: em inglês, Fused Deposition Modeling (FDM), esta é a técnica mais utilizada atualmente e cria objetos através da adição de camadas sobrepostas. Utiliza, geralmente, um fio de polímero (um tipo de plástico), que é derretido e depositado em camadas pelo bijo injetor. Os objetos são impressos em várias camadas até ser criado o produto final.
  • Estereolitografia: a técnica mais antiga, ainda utilizada, na qual um raio laser atinge um recipiente com resina líquida, causando uma reação química no material e formando a peça.
  • Sinterização Seletiva a Laser (SLS): esta técnica utiliza um raio laser para fundir, de forma seletiva, materiais em pó como nylon, com ou sem fibra de vidro.

Quais as vantagens e desvantagens da impressão 3D?

Vantagens

  • Personalização em massa: cada utilizador pode produzir ou receber um objeto único;
  • Possibilidade de criar objetos em casa;
  • Produtos mais acessíveis ao nível do custo.

Desvantagens

  • O preço: ainda é uma tecnologia bastante cara;
  • Exige conhecimentos técnicos que não estão ao alcance de qualquer utilizador;

Exemplos de impressoras 3D

RepRap

reprap impressora 3dFonte da imagem: Reprap

O projeto RepRap pretende disseminar a impressão 3D de forma gratuita a todos os utilizadores. A principal característica destes kits é a possibilidade de se auto-replicarem: com uma impressora 3D RepRap é possível imprimir cada um dos componentes individualmente e criar muitas outras impressoras.

MakerBot

replicator impressora 3dFonte da imagem: MakerBot

A MakerBot é uma reconhecida fabricante de impressoras 3D. A melhor que possuem chama-se Replicator+, mas também há opções bem mais interessantes e indicadas para uso doméstico como a Replicator Mini+.

Veja também:

Continuar a Ler
Nuno Margarido Nuno Margarido

Jornalista formado pela Universidade de Coimbra, assume-se uma pessoa curiosa e até a mais simples engrenagem ou linha de código o fascina. Os seus interesses dividem-se por vários mundos, com destaque para a tecnologia, o gaming, o vídeo, a fotografia e o cinema.