AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Insatisfeito no trabalho: o que fazer?

Se está insatisfeito no trabalho está na hora de repensar a sua carreira. Veja o que pode fazer para ultrapassar a situação.

Insatisfeito no trabalho: o que fazer?
Descobrir as causas da sua insatisfação é a resposta para o problema.

Está insatisfeito no trabalho e não sabe o que fazer? É simples: mude de emprego ou de área.
Confuso? Nada disso. Ora veja. As razões para estar insatisfeito no trabalho podem ser muitas, mas a solução passa sempre pela mudança.
Mas vamos por partes.


As razões da insatisfação

Sentir-se motivado e realizado no trabalho é a chave para uma carreira de sucesso. Se está insatisfeito com o seu trabalho a solução passa por detetar as razões dessa insatisfação para dar a volta por cima.

Deixamos-lhe algumas das razões mais comuns para a insatisfação laboral. Veja se reconhece algumas das seguintes como sendo suas:


1. A falta de reconhecimento

Esta é provavelmente uma das razões mais comuns para a insatisfação no trabalho. Qualquer profissional tem ambição de evoluir, de aprender coisas novas, de poder ser um ativo “valioso”. Mas isso nem sempre acontece. Em muitos dos casos, os profissionais insatisfeitos no trabalho acabam por cair numa espiral de desmotivação por não verem os seus esforços reconhecidos.


2. As pessoas com quem lida diariamente (chefes ou colegas)

Seja com chefias ou colegas, a existência de relações complicadas (para não dizer conflituosas) no local de trabalho tem um impacto direto no nível de insatisfação de um profissional.


3. As suas funções

Na grande maioria das vezes é isto que acontece. As razões para que um profissional se sinta insatisfeito no trabalho residem no trabalho propriamente dito, seja porque as funções que desempenha não correspondem às expectativas iniciais ou porque são demasiado rotineiras e não constituem um desafio, por exemplo.


4. O ambiente de trabalho

Quem nunca ouviu um amigo queixar-se do mau ambiente de trabalho? Ou sentiu estar num ambiente onde não “encaixa”? A par do primeiro ponto aqui enumerado, esta é provavelmente uma das razões mais frequentes para justificar a insatisfação no trabalho.


O que fazer?

Os exemplos que mencionamos são apenas uma pequena amostra. Mas se deu por si a pensar que está insatisfeito no trabalho não desespere. Este é um problema com solução. Pode não ser prática ou imediata mas ela existe.

Como dissemos no início do texto pode optar por uma de duas possibilidades: mudar de área de trabalho dentro da empresa ou mudar de emprego. Quais as diferenças? Muito simples na verdade.

1. Procure alternativas no seio da empresa

Se a sua insatisfação assenta apenas nas suas funções, pode sempre procurar uma mudança “interna”. Não pense que por estar insatisfeito com as tarefas que desempenha não tem outro lugar na empresa. Pelo contrário. Cada vez mais as empresas tendem a publicitar as ofertas de emprego disponíveis pelos seus trabalhadores, a dar-lhes a oportunidade de se candidatarem e quem sabe mudarem de departamento ou área de trabalho. Dê uma vista de olhos pelas ofertas publicadas pela sua empresa, quem sabe se não encontra por lá o rumo certo para a sua carreira.


2. Mude de empresa

Se a fonte de insatisfação é o meio em que se encontra inserido, a solução mais “simples” é também a mais radical: mudar de emprego, de empresa, de colegas de trabalho, enfim mudança total. 


“Onde não falta vontade existe sempre um caminho”

Para quem é fã de Senhor dos Anéis, esta frase não é novidade. Mas a verdade é que a citação de John Ronald Tolkien elucida bem aquilo que deve ser atitude perante a sua vida profissional. Ninguém vai tomar as decisões difíceis por si e ninguém melhor que você para saber o que rumo quer dar à sua carreira.


Veja também: