PLANO DE SAÚDE MEDICARE - 6 mensalidades sem compromisso

Intolerância à lactose: causas, sintomas e tratamento

Sente desconforto abdominal sempre que toma leite ou derivados? Pode ser um sinal de que sofre de intolerância à lactose. Saiba o que fazer nestes casos.

Intolerância à lactose: causas, sintomas e tratamento
Conheça os principais sinais desta condição e saiba como evitá-los

Os números são da Sociedade Portuguesa de Gastroenterologia e não deixam margem para dúvidas: em Portugal, um terço da população é sofre de intolerante à lactose.

Por outras palavras, a intolerância à lactose é a incapacidade do organismo digerir o açúcar presente no leite e seus derivados. Esta situação ocorre quando o corpo não produz a quantidade suficiente de lactase, a enzima responsável pela digestão da lactose.
 

Quais os principais sintomas da intolerância à lactose?

Quando o organismo não consegue fazer a digestão da lactose chega a sensação de desconforto, sendo os sintomas mais comuns as cólicas, a diarreia e o estômago inchado.

Estão diagnosticados dois tipos de intolerância à lactose:
  • Primária: é uma condição genética permanente e que se vai desenvolvendo ao longo da vida (não tem cura mas pode ser controlada – através de uma dieta alimentar específica ou com a toma de comprimidos que substituem a lactase no organismo);
  • Secundária: nestas situações, a intolerância à lactose acontece à conta de uma infeção passageira (é o caso das gastroenterites, por exemplo). Durante o período de repouso os níveis da lactose diminuem vertiginosamente e tornam o organismo mais sensível aos produtos que contêm lactose.


Como é feito o diagnóstico?

Como qualquer condição médica, a intolerância à lactose deve ser sempre diagnosticada por especialistas.

Atualmente existem três métodos de avaliação: através da biópsia da mucosa intestinal, do doseamento do açúcar no sangue ou através do teste respiratório de hidrogénio (o mais simples e rigoroso de todos os testes para a deteção da intolerância à lactose).
 


Existe tratamento?

Ainda não existe uma cura para a intolerância à lactose mas, ainda assim, é possível evitar as sensações de desconforto criadas à conta da ingestão de alimentos com lactose.

A exclusão desses alimentos é o suficiente para evitar os principais sintomas da intolerância à lactose (como é o caso dos laticínios).

Como a grande maioria desses produtos concentram altas quantidades de cálcio e vitamina D é necessário fazer uma substituição consciente de alimentos para que o organismo não fique fragilizado.

Verduras, leguminosas e peixe (sardinha e salmão) são fontes de cálcio e minerais essenciais para o bem-estar do organismo e que podem suprir a exclusão do leite e seus derivados da dieta diária.

Hoje em dia, na altura de rumar ao supermercado, é fácil despistar quais os alimentos que contêm lactose. 

Os rótulos dos produtos já assinalam todos os seus componentes o que torna mais fácil para qualquer pessoa evitar os alimentos produzidos com lactose.

Veja também: