Vale a pena investir para arrendar?

Conheça algumas regras para analisar o investimento para arrendar e veja se está confortável com este investimento. Investir envolve dominar diversas variáveis e fazer algumas contas

Vale a pena investir para arrendar?
O investimento imobiliário está na moda. Mas será assim tão rentável?

Espaços coworking para pequenas empresas e freelancers

As notícias que vimos conhecendo todas as semanas relativamente ao mercado imobiliário em Portugal e à dificuldade das famílias portuguesas em ter acesso ao financiamento bancário, tem levado muitas pessoas com algum capital disponível a questionar-se se vale a pena investir o seu capital em imóveis para o arrendamento. 
 
Neste artigo vamos debater as vantagens e desvantagens da compra para arrendamento.
 

A lei mudou!

A base para a viabilidade de um investimento é a existência de leis que protejam quem investe. Durante muitos anos a lei do arrendamento ficou congelada. Conhecíamos inúmeros casos de problemas nos contratos de arrendamento e a dificuldade real em os proprietários fazerem valer os seus direitos. Na prática, investir em imobiliário era uma aventura e gerava, demasiadas vezes, prejuízos e "chatices" consideráveis.
 
Recentemente, foi introduzida uma nova lei do arrendamento que veio liberalizar as rendas, permitir a atualização das rendas antigas e facilitar os processos de despejo com justa causa. Não sendo o único motivo, foi um motivo de peso para trazer mais casas para o mercado de arrendamento o que permitiu baixar os preços dos arrendamentos em algumas zonas do país.
 

Faça um diagnóstico cauteloso:

Antes de se aventurar no mundo do investimento imobiliário, deverá analisar a sua capacidade financeira e ver qual o montante que tem disponível para investir. Procure perceber se poderá "empatar" o seu dinheiro num ativo imóvel pois caso precise do dinheiro para alguma emergência irá ter muita dificuldade em recuperá-lo em pouco tempo.
 

Conhece o mercado de arrendamento?

Deverá questionar-se até que ponto conhece o mercado de arrendamento e o setor do imobiliário. Pode parecer algo trivial mas o setor imobiliário é afetado por inúmeros fatores. Em última análise, terá de perceber as dinâmicas deste mercado para evitar fazer más compras e maus investimentos.
 

Qual deverá ser o comportamento dos preços?

Muitas pessoas defendem que o preço das casas não poderá cair muito mais. Mas quais os motivos? Será que temos a capacidade de prever a evolução dos preços? Na prática, os preços dos imóveis dependem da oferta (que cresceu bastante nos últimos anos, deixando muitas casas disponíveis para venda) e da procura (estando a população portuguesa em declínio demográfico, será de prever uma queda na procura). Finalmente, o preço das casas depende muito da disponibilidade de crédito. Existindo abertura dos bancos para conceder crédito habitação os preços poderão estar suportados. Não existindo, será provável uma queda de preços...
 

Como avaliar a atratividade de um arrendamento?

Para poder avaliar financeiramente a atratividade de um arrendamento deverá olhar para o lado das receitas e para o lado das despesas. Começaremos pelas despesas. A compra de uma casa implica o pagamento de:
  • IMT;
  • IMI;
  • Escritura e outros custos;
  • Seguros;
  • Taxas e afins;
  • Manutenção e condomínio.
 
Ao nível das receitas, teremos o valor da renda que acaba por ter algum risco (quem nos garante que o inquilino nos pagará a renda a tempo e horas?). Para mitigar estes riscos existem alguns mecanismos que importa conhecer, como sendo os seguros de proteção ao arrendamento e o recurso à figura dos fiadores.
 
Sugerimos que olhe para o valor do seu retorno anual em função do preço da compra da casa. Imagine o seguinte caso:
  • Preço de compra - €100.000
  • Valor anual da renda - €7.500
  • Custos anuais - €2.000
 
O seu retorno anual será de 5.5% [(7.500-2000)/100.000], sobre os quais terá de pagar 28% de imposto. Podemos dizer que é um retorno aceitável.
 
O investimento para arrendamento tem crescido nos últimos anos. Sendo uma moda, convém olhar para ele com alguma cautela para tomar boas decisões de investimento. Faça as suas contas, coloque-se diversas questões e tome uma decisão acertada!

Peça informação aos nossos parceiros especialistas e comece agora a rentabilizar os seus imóveis.
 
 
Veja também: