iPhone X: tudo o que tem de saber antes de comprar

A Apple apresentou o iPhone X para celebrar o 10º aniversário do lançamento do primeiro iPhone. Há muitas mudanças, mas nem tudo é novo.

iPhone X: tudo o que tem de saber antes de comprar
O iPhone X tem um design diferente dos antecessores

Chegou o iPhone X (pronuncia-se iPhone “dez”), o smartphone da Apple para assinalar o 10º aniversário do iPhone. Já muito se especulava acerca de como seria o iPhone que a marca americana ia lançar para celebrar os dez anos desde que Steve Jobs mudou a indústria dos smartphones com o revolucionário iPhone.

Tim Cook, CEO da Apple, apresentou o iPhone X a 12 de setembro de 2017, durante a conferência da Apple, na Califórnia, no novo auditório Steve Jobs.

Depois de ter apresentado o novo Apple Watch Series 3 (cuja grande novidade é permite aos utilizadores fazer e receber chamadas), foi a vez de dar a conhecer as melhorias na Apple TV, e por fim, os novos smartphones.

Primeiro, foi a vez do iPhone 8 (e da versão Plus), que seguem a linha dos antecessores, e cujas principais alterações vão para o design em vidro e o carregamento wireless.

“One more thing…”, lia-se nos ecrãs do auditório e Tim Cook mostrava, então, ao mundo aquele que a Apple descreveu como “o maior avanço desde o iPhone original”: o tão aguardado iPhone X.

10 anos de iPhone com o iPhone X

Sintetizando o que o iPhone traz de novo: Face ID (tecnologia de reconhecimento facial, que permite desbloquear o telemóvel ao olhar para este), carregamento wireless, revestimento do gadget em vidro, ecrã OLED a ocupar quase a totalidade do smartphone e substituição do botão principal (home) por gestos.

Nada disto foi propriamente novidade: não só porque houve fugas de informação referente às novidades que este dispositivo iria trazer (e estavam todos corretos), e porque algumas destas funcionalidades já eram utilizadas noutros equipamentos da concorrência. Mas vamos por partes.

Ecrã OLED

O primeiro ecrã deste tipo num iPhone, chamado Super Retina Display. Tem 5.8 polegadas e resolução 2436 x 1125 pixeis. Tem também Dolby Vision e HDR10 para uma excelente qualidade de reprodução de vídeo.

Integra a tecnologia TrueTone para ajudar e dar equilíbrio de luz (funcionalidade que foi introduzida no iPad Pro e nos novos modelos do iPhone 8).

O design do ecrã com moldura mínima, a ocupar quase todo o painel frontal do telemóvel é a distinção que mais salta a vista deste gadget em relação aos seus antecessores. No entanto, recentemente, muitos outros smartphones já vieram a adoptar este design com moldura reduzida.

Eliminação do botão principal

O iPhone X é o primeiro iPhone a não ter o botão principal, que foi substituído por gestos. Para ir para o menu, basta deslizar o dedo de cima para baixo (na zona onde estaria o botão). Para multi-tasking, o utilizador deve deslizar o dedo de baixo para cima e mantê-lo no ecrã até aparecem as apps abertas.

Face ID

Como desbloquear o dispositivo sem o botão principal? Com a nova Face ID, uma tecnologia de reconhecimento facial, que funciona com ou sem luz, e mesmo que o utilizador mude muito de visual ou esteja a usar acessórios. Basta olhar para o telemóvel e este faz o reconhecimento da cara com infravermelhos.  O Face ID também é utilizado para autorizar pagamentos da Apple Pay.

As probabilidades de outra pessoa conseguir desbloquear o equipamento são de 1 num milhão. O Android já usa uma tecnologia deste tipo desde 2011 (apesar de não usar mecanismos computacionais tão avançados).

Câmara, processador A11 Bionic e Realidade Aumentada (RA)

A câmara principal do iPhone X é de lente dupla, 12MP, com estabilização de imagem. A câmara frontal, de 7MP, tem a opção retrato e estabilização de imagem. O vídeo também foi melhorado para resolução 4K.

O iPhone X tem o processador mais poderoso de sempre num smartphone: A11 Bionic, com seis núcleos, o que vai melhorar imenso a performance do dispositivo.

A Apple apresentou também o iPhone X como sendo o primeiro smartphone criado para utilização de tecnologia de Realidade Aumentada (o que fez franzir alguns sobrolhos, uma vez que a concorrência também já o tinha feito).

iphone x

Revestimento em vidro

Em vez do habitual alumínio para revestir o smartphone, a Apple usou vidro. Não é a primeira que a marca o faz, sendo que o iPhone 4 e 4s tinham painéis frontais e traseiros em vidro, com uma banda de alumínio entre os dois.

Contudo, segundo os produtores, este é o vidro mais resistente e duradouro alguma vez usado num smartphone. Para além disto, o vidro permite que o carregamento da bateria seja feito sem recurso a fios.

Carregamento rápido e wireless

O carregamento wireless é uma funcionalidade que também está presente no iPhone 8 e iPhone 8 Plus. A Apple lançou o AirPower, um suporte de carregamento que permite carregar vários dispositivos Apple em simultâneo sem ter de usar cabos.

A marca usa a tecnologia Qi para este efeito. O carregamento será bem mais rápido do que atualmente e a bateria vai durar mais duas horas do que a do iPhone 7. Porém, a ideia de carregar telemóveis sem usar fios já não é nova na indústria: alguns smartphones Android e Windows Phone já o faziam.

Animojis

O iPhone X traz consigo “animojis”, emojis animados que imitam as expressões faciais do utilizador.

Disponibilidade

Este novo iPhone vai estar disponível para encomendas a partir do dia 27 de outubro, sendo que os envios começaram a ser feitos a 3 de novembro. Espera-se que o stock esgote a partir do dia de lançamento no mercado até à Black Friday e à Cyber Monday.

Especificações técnicas
Dimensões 143.6mm x 70.9 x 7.7 mm
Peso 174g
Display Ecrã de 5.8 polegadas, OLED, True Tone display com resolução 2436 x 1125 458 ppi, brilho 625cd/m2, rácio de contraste 1,000,000:1 (Super Retina display)
Processador A11 Bionic com seis núcleos, 64-bit
Memória 3GB de RAM, armazenamento: 64GB, 256GB
Câmara Lente dupla, 12MP, f/1.8; câmara secundária com 7MP, f/2.2; câmara TrueDepth camera para reconhecimento fácil 3D (Face ID)
Conectividade Wi-Fi 802.11a/b/g/n/ac, LTE avançado, Bluetooth 5.0
Sistema operativo iOS 11
Bateria  21 horas em conversação, 12 horas para uso de internet, 13 horas para uso de video e até 60 horas para uso de áudio; suporte de carregamento rápido (carrega até 50% da bateria em 30 minutos); suporte de carregamento wireless Qi;
Outros  IP65 resistente a salpicos, água e pó
Cores  cinzento sideral e prateado
 Preço  a partir de 1179€

Veja também:

Ana Duarte Ana Duarte

Jornalista e gestora de comunicação no projeto Patient Innovation, Ana Duarte é mestre em Ciências da Comunicação, pela Universidade do Porto. A sua paixão pela escrita começou cedo, quando aprendeu a escrever e começou a criar os seus próprios jornais. Interessa-se por tecnologia, desporto, cinema e literatura.