Labirintite: causas, sintomas e tratamentos

Conheça as causas, os sintomas e os possíveis tratamentos para a labirintite, uma inflamação no ouvido que pode provocar surdez.

Labirintite: causas, sintomas e tratamentos
Saiba mais sobre a labirintite

Zumbido no ouvido, perda auditiva súbita e vertigens? Poderá estar perante um caso de labirintite. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 30% da população de todo o mundo sofre de vertigens. Assim sendo, esteja atento aos sintomas.

Esta condição médica surge à conta da inflamação do labirinto, a estrutura interna dos nossos ouvidos. Nos casos mais graves e extremos, a labirintite reduz drasticamente a qualidade de vida do paciente, podendo provocar a surdez de forma definitiva.

Labirintite: tudo o que precisa de saber

Quais as causas da labirintite?

A labirintite pode ter diversas causas e, por norma, surge à conta de uma infeção por bactérias ou vírus, depois de uma constipação ou otite. Mas a labirintite pode surgir à conta de outros problemas:

  • Meningite;
  • Sarampo;
  • Traumatismos cranianos;
  • Problemas de irrigação do sangue na zona do labirinto;
  • Uso de medicamentos em doses excessivas.

Os especialistas lembram que o stress e a ansiedade podem mimetizar alguns dos sintomas da labirintite, como é o caso do zumbido nos ouvidos. Assim sendo, é importante procurar um especialista para que seja feito o diagnóstico correto.

Quais são os sintomas da labirintite?

Os sintomas são bastante variados:

  • Zumbido nos ouvidos;
  • Perda de equilíbrio (vertigens);
  • Náuseas (e vómitos);
  • Dores de cabeça;
  • Perda auditiva (total ou parcial);
  • Otorreia (pus a sair do ouvido).

 

ouvido

O tempo de duração dos sintomas é variável e pode demorar dias ou semanas até desaparecerem.

Como é feito o diagnóstico da labirintite?

Aos primeiros sinais de suspeita, procure a ajuda de um Otorrinolaringologista. O diagnóstico é feito com base nos sintomas descritos pelo paciente e com alguns meios auxiliares de diagnóstico.

Para a perda auditiva é feito um audiograma. No caso das vertigens, é feita uma videonistagmografia para analisar o equilíbrio do paciente.

Há cura para a labirintite?

Se for diagnosticada precocemente, a labirintite pode ser tratada e é possível melhorar drasticamente a qualidade de vida dos pacientes. Existem alguns medicamentos que podem ajudar a aliviar os sintomas e a eliminar as bactérias causadoras da labirintite.

Algumas lesões internas poderão necessitar de uma intervenção cirúrgica para que possa ser corrigido qualquer tipo de danos ou para remover secreções que potenciam o alastramento da infeção responsável pela labirintite.

O tratamento deve ser sempre adaptado a cada paciente e, por isso, deve sempre seguir à risca as indicações do médico especialista. A auto-medicação é desaconselhada já que poderá colocar em risco o sucesso do tratamento e a eliminação definitva do problema.

Veja também: