PLANO DE SAÚDE MEDICARE - 6 mensalidades sem compromisso

Legionella: transmissão e sintomas

A doença do legionário é uma infeção grave causada por espécies da bactéria Legionella, principalmente L. pneumophila que se encontram na água.

Legionella: transmissão e sintomas
Conheça todos os sinais da doença dos legionários e como evitar

A legionella é uma patologia, que normalmente se apresenta como uma pneumonia, e os sintomas podem incluir febre alta, sintomas de frio e depois calor, tosse, dores musculares, dores de cabeça e diarreia.

As bactérias que provocam a legionella são encontradas na água e nos cursos de água. Podem ser detetadas em águas paradas, rios, lagos, fontes, etc. A legionella tem como temperaturas ótimas de crescimento 22ºC a 45ºC, mas já foi encontrada a 60ºC.



Transmissão e incubação da legionella

Apesar da doença do legionário poder acontecer em qualquer idade, as pessoas mais atingidas são as de idade média e avançada. Os fumadores, alcoólicos ou doentes com terapias com corticoides parecem correr maior perigo de contrair a doença. 

O tempo de incubação da doença do legionário é entre dois a dez dias.
 
Esta doença não é contagiosa e por isso não são necessárias (quaisquer) precauções especiais. É transmitida só através da água que se bebe e não por pessoas infetadas com a doença. Da mesma forma, as mulheres que estão grávidas e os seus fetos não têm que ter receio se estiveram em contacto com alguém com legionella.



Sintomas da legionella

  • Normalmente o doente sente-se em baixo, cansado e fraco. 
  • A grande parte dos doentes desenvolve febre alta, muitas vezes superior a 39,5 °Cg.
  • A tosse pode ser o primeiro sinal de uma infeção pulmonar. 
  • Outro dos sintomas é também a diarreia.
  • Muitos doentes têm náuseas, vómitos e desconforto no estômago. 
  • Outros sintomas comuns incluem dores de cabeça, dores musculares, dor no peito e falta de ar.



Prevenção da legionella

O controlo e a prevenção desta patologia faz-se pelo diagnóstico atempado em casos suspeitos e pela descontaminação da fonte de infeção provavelmente associada. Este trabalho baseia-se na limpeza, desinfeção e manutenção das instalações e equipamentos contaminados com a bactéria.
Em Portugal, foi reconhecida como doença transmissível de declaração obrigatória desde 1999. E por vezes, há algumas notícias de surtos de legionella no nosso país. 



Tratamento da legionella

O antibiótico eritromicina é o primeiro passo para o tratamento desta pneumonia. Nos casos menos graves, pode administrar-se a eritromicina por via oral, nos casos mais graves por via endovenosa. Cerca de 20% das pessoas que contraem esta doença morrem. A taxa de mortalidade é muito mais alta entre os indivíduos que contraem a doença nos meios hospitalares ou que têm um sistema imunitário deficiente. A maioria dos doentes tratados com eritromicina melhora, mas a recuperação pode levar algum tempo.

Veja também:

Raquel Pacheco Neves Raquel Pacheco Neves

Farmacêutica, Raquel Pacheco Neves é especialista na prevenção e no tratamento das mais variadas patologias, no que à farmacologia diz respeito. Com uma paixão especial pela puericultura, a promoção da saúde tem sido, desde sempre, o seu principal objectivo profissional.
O seu mais recente projeto é o portal Bébéu.