As 8 fases de uma linha de montagem de automóveis

A indústria de produção automóvel desdobra-se em segmentos distintos, mas que se juntam na chamada linha de montagem de automóveis. Saiba quais as suas fases.

As 8 fases de uma linha de montagem de automóveis
Da concepção ao teste final, estas são as fases da produção automóvel

A linha de montagem de automóveis incorpora uma série de fases. Em Portugal, a indústria de produção ligada ao ramo automóvel desdobra-se em segmentos distintos, que funcionam de forma autónoma: a produção do chassis, por exemplo, e a produção de componentes e acessórios. No entanto, todos estes elementos se juntam na chamada linha de montagem de automóveis.

Atualmente, o principal desafio traduz-se na concepção de fábricas que minimizem o impacto da sua atuação. A Toyota, por exemplo, aposta num “sistema de produção que está mergulhado na filosofia de eliminar completamente todos os resíduos, que advêm do ciclo de vida da produção de um produto”, neste caso específico, um automóvel.

A eliminação de stocks, por exemplo, e a produção de veículos apenas por encomenda, são estratégias seguidas pela empresa.

Linha de montagem de automóveis: principais fases

Numa linha de montagem de automóveis há uma série de fases, genericamente separadas na construção do corpo do veículo, a pintura e a montagem. Neste longo processo participam tanto meios robóticos como humanos.

1. Corte de chapas

linha-de-montagem-de-automoveis

Produção das peças que constituem o veículo, através de prensas que recortam as chapas.

2. Montagem da carroçaria

Nesta fase, procede-se à acoplagem das várias partes do veículo e a sua soldagem, trabalho essencialmente realizado por robots.

3. Acabamentos

Após a montagem e verificação da carroçaria, o veículo passa por uma fase de acabamentos, com o objectivo de localizar e corrigir pequenas imperfeições. A abertura de portas, mala e capot são testadas, assim como todas as junções.

4. Pintura

linha-de-montagem-de-automoveis

Já com a carroçaria verificada e completamente montada, o automóvel segue para a pintura, processo que passa por várias fases, desde o pré-tratamento à pintura final, dando-se por concluído após a aplicação do verniz responsável pelo brilho.

5. Conclusão das portas

As portas são retiradas, para que sejam colocados os vidros, puxadores, revestimento interior e instalação elétrica. Durante este processo, no interior da carroçaria são instalados elementos de grande dimensão, tais como os assentos, acabamento de tecto e painéis de instrumentos. Após este processo, as portas são novamente acopladas.

6. Teste e montagem do motor

O motor é testado de forma independente, sendo seguidamente montado no veículo, assim como o sistema de ar condicionado.

7. Conclusão do interior do habitáculo e restantes componentes

linha-de-montagem-de-automoveis

Paralelamente, é realizada a conclusão do habitáculo do automóvel, nomeadamente a colocação de para-brisas e restantes painéis e outros componentes em falta. O motor, sistema de transmissão e sistemas de escape são posicionados e acoplados finalmente à carroçaria.

8. Teste final

Após a montagem das rodas, o veículo está pronto para os testes finais, eléctricos e mecânicos, saindo da linha de montagem de automóveis.

Veja também: