Luz pulsada: vale a pena?

Depilação, remoção de tatuagens, retirar manchas na pele… Estes são apenas alguns dos problemas que poderá resolver com a luz pulsada. Descubra mais sobre o tema.

Luz pulsada: vale a pena?
Tudo o que precisa de saber sobre este tratamento

Luz pulsada é um tipo de tratamento semelhante ao laser, que pode ser usado com diversas finalidades: remover manchas na pele, combater rugas e linhas de expressão e remoção definitiva de pelos indesejados por todo o corpo, nomeadamente no peito, abdómen, braços, axilas, virilhas e pernas.

A técnica de luz pulsada foi desenvolvida em 1994 e aprovada pela FDA (organização norte-americana reguladora da saúde e segurança pública) em 1997. Consiste na aplicação de suaves pulsos de luz na pele, através de uma lâmpada de xénon. A luz é absorvida e convertida em calor pela melanina presente no pelo, enfraquecendo progressivamente os folículos pilosos, e inibindo o respetivo crescimento, ficando, assim, garantida a eliminação progressiva dos pelos.


Vantagens da luz pulsada

Apesar de a depilação ser o objetivo mais comum pelas pessoas que procuram este tipo de tratamento, a luz pulsada pode ser aplicada em muitas outras situações, de forma bem-sucedida. 



1. Depilação definitiva

A luz pulsada pode ser usada para remover os pelos indesejados de todo o corpo, mas não deve ser aplicada em algumas áreas mais sensíveis, como os mamilos, por exemplo, já que pode levar ao aparecimento de manchas ou queimaduras na pele.

O pêlo pode ser removido completamente, mas os melhores resultados observam-se junto de pessoas com pele clara e pelos escuros, que possuem maiores quantidades de melanina, que atrai o laser. Desta forma, a incidência da luz vai diretamente para ele, destruindo o folículo, eliminando assim o pelo definitivamente.



2. Retira manchas escuras na pele

A luz pulsada também é indicada para remover as manchas escuras na pele especialmente causadas pela exposição solar e pelos raios ultravioletas, já que permite clarear a pele, aumentando em 50% a quantidade de fibras de colagénio e elastina, o que permite deixar a pele mais firme e menos flácida. Além disso, também ajuda a aumentar a presença de pequenos vasos na pele, que melhoram a oxigenação sanguínea local.



3. Ajuda a retirar rugas e linhas de expressão

As linhas de expressão podem ser completamente removidas e as rugas podem ser atenuadas com o uso de tratamentos à base de luz pulsada, na medida em que promove o aumento das fibras de colágeno e elastina que dão sustentação à pele, e que normalmente tem sua produção diminuída, com o avançar da idade.

Neste caso, os resultados não são imediatos, mas mantêm-se por longos períodos. O ideal é fazer sessões a cada 6 meses para eliminar completamente rugas e linhas de expressão sem ter que recorrer a tratamentos mais invasivos, como a cirurgia plástica.



4. Elimina estrias brancas e vermelhas

É um bom tratamento porque melhora a elasticidade da pele, mas melhores resultados são vistos quando após a sessão são utilizados ácidos como tretinoína ou ácido glicólico. São observados redução da quantidade de estrias e também diminuição de sua largura e comprimento.



5. Tratamento da acne

A luz pulsada também é um poderoso aliado na eliminação de borbulhas, não sendo apenas indicado quando o paciente está a tomar algum tipo de medicação como corticóides, ácido acetilsalicílico e anti-inflamatórios não hormonais.



6. Combate Rosácea e Telangiectasia

A pele avermelhada e a presença de pequenos vasos de sangue na zona das bochechas (rosácea) e no nariz (telangiectasia) é um problema comum, mas ambos podem ser solucionados com um tratamento com luz pulsada, porque a luz e a energia emitidas pelo aparelho promovem uma melhor reorganização das células e distribuição dos pequenos vasos de sangue.



7. Remoção de tatuagens

A aplicação da luz pulsada remove completamente a tatuagem, porque a cor escura é atraída pelo feixe de luz que quebra a tinta, eliminando-a do corpo. No entanto, este tratamento deve ser feito com cuidado porque quando se trata de tatuagens coloridas pode ser preciso ajustar o aparelho a cada sessão devido aos diferentes comprimentos de onda que devem ser utilizados para eliminar cada cor.

Após as sessões podem surgir vermelhidão e ligeiro inchaço da região tratada devido ao processo inflamatório que se instala e que é esperado, também é comum surgirem pequenas crostas, que não devem ser retiradas.



Contra indicações e desvantagens da luz pulsada

Numa sessão de luz pulsada, existe o risco de:
  • Queimadura da pele: se o equipamento estiver mal calibrado ou for mal utilizado
  • Manchas claras ou escuras na pele: no local do tratamento a região pode ficar com a pele mais clara ou um pouco mais escura, o que indica que o equipamento não tinha o melhor comprimento de onda para a tonalidade da pele da pessoa. Sendo que estas manchas são mais comuns em pessoas morenas ou que estão bronzeadas e por isso é importante ajustar o aparelho se houver alterações na tonalidade de pele da pessoa entre uma sessão e outra.


A luz pulsada não é recomendada no rosto de pessoas que usem determinados tipos de medicamento, nomeadamente, corticóides ou anticoagulantes há mais de 3 meses, remédios fotossensibilizantes. Além disso, também não é recomendado em peles bronzeadas, quando a região a ser tratada tem pêlos brancos, quando há sinais de infeção na pele, por cima ou ao redor de feridas na pele e em pessoas com cancro.

Esteja atento a estes sinais que podem indicar complicações no tratamento:
  • Muita ardência na pele durante ou logo a seguir ao tratamento
  • Região muito vermelha
  • Comichão
  • Formação de bolhas.

Podem ser sinais de queimaduras e o tratamento deve ser suspenso imediatamente.
 

Cuidados durante e depois das sessões

  • Durante a sessão o terapeuta e o paciente deverão usar óculos apropriados para proteger os olhos da luz emitida pelo equipamento
  • Se for preciso realizar o tratamento em regiões com tatuagem pode ser preciso colocar uma folha branca para cobrir a tatuagem, para evitar queimaduras ou a sua despigmentação
  • Após o tratamento, é normal que a pele fique avermelhada e inchada, sendo necessário o uso de cremes ou pomadas cicatrizantes com filtro solar, que protejam a pele
  • A exposição solar deve ser mínima e após alguns dias, a pele pode descamar e surgir pequenas crostas, que não devem ser arrancadas, esperando que elas caiam sozinhas
  • Se a pele do rosto descamar não é recomendado usar maquilhagem, dando preferência ao uso de cremes hidratantes com efeito refrescante ou calmante várias vezes ao dia
  • Não se deve tomar banho com água muito quente no mesmo dia do tratamento e as roupas leves que não friccionam a pele são mais indicadas.

Lembre-se que o número de sessões depende de pessoa para pessoa e varia de acordo com o objetivo pelo qual procura o tratamento à base de luz pulsada.

Veja também: