Maiores bancos portugueses

O panorama da banca sofreu fortes alterações, mas a verdade é que, tirando o BES, os 5 maiores bancos portugueses continuam fortes. Saiba quais são.

Maiores bancos portugueses
Conheça os 5 maiores bancos em Portugal atualmente
  • A Caixa Geral de Depósitos é um dos bancos com maior reputação

São vários os fatores que contribuem para que os bancos se destaquem entre si. Desde o volume de faturação até à reputação do próprio banco junto da opinião pública, a verdade é que as entidades bancárias são fundamentais na gestão de proteção financeira de todos os portugueses. 

Falar dos maiores bancos portugueses é identificar aqueles que melhores resultados apresentam mas que, de certa forma, estão também no “top of mind” dos portugueses.


A Caixa Geral de Depósitos

Sendo o banco público português, a Caixa Geral de Depósitos é talvez o maior banco em Portugal. No primeiro trimestre de 2014, a CGD foi o único banco a aguentar–se, evitando prejuízos neste período do ano. Para além disso, a CGD conseguiu ainda apresentar um resultado líquido positivo de 22,4 milhões de euros, valores que ficaram à frente das contas de um BCP ou de um BPI. A nível de reputação, a CGD é também um dos players de mercado em que os portugueses mais confiam.


O BPI

O BPI é inquestionavelmente um dos maiores bancos portugueses que, embora em 2014 tenha apresentado resultados menos satisfatórios, continua a ser um banco privado com uma boa reputação.

Em 2014, quase 40% dos resultados do BPI resultaram do mercado internacional, contra 20% resultantes do mercado doméstico. 


O Santander

O Banco Santander é outro grande banco português a operar no sistema privado. Em 2014, foi dos poucos que conseguiu surpreender e apresentou lucros. No entanto, é preciso perceber que o Santander funciona sobre o sistema de sucursal, o que faz com que cruze as suas contas com a sede em Espanha.


BCP

Após um período conturbado em 2013, o BCP tem vindo a recuperar ao longo do último ano. Desta forma, um dos maiores bancos portugueses volta a ganhar terreno na banca a pouco e pouco, recuperando igualmente os índices de confiança dos portugueses. 

Uma vez que o mercado doméstico mantinha, em 2014, comportamento negativos, é a actividade internacional que tem ajudado o BCP a fazer um caminho menos negativo.


BANIF

Constituído em 1988, também o BANIF é considerado um dos maiores bancos portugueses. Com presença em cinco continentes, é o banco privado que nasceu no Funchal, tornando-se rapidamente líder das regiões autónomas da Madeira e Açores.

Atualmente, é uma das entidades bancárias que tem conseguido resistir de alguma forma aos efeitos da crise.


Veja também: