Os 6 maiores falhanços da Microsoft

Sabe quais são os maiores falhanços da Microsoft ao longo da história? Nós sabemos!

Os 6 maiores falhanços da Microsoft
Falhar? Todos falham…

Nem Bill Gates é imune ao erro, nem a Microsoft acerta sempre quando vende algum serviço ou produto. Mas sabe quais são os maiores falhanços da Microsoft? Fomos conhecer um pouco da história de uma das maiores empresas mundiais e perceber que, para além das vitórias e dos sucessos que detém, a Microsoft também é feita de falhanços e maus produtos.
 

Os maiores falhanços de sempre da Microsoft

 

Zune

O Zune era um leitor de MP3 portátil criado pela Microsoft de modo a rivalizar com o famoso iPod da Apple que apareceu no início dos anos 2000. Perante o sucesso do produto de Steve Jobs, Bill Gates lançou o Zune em 2006. O problema é que o produto da Microsoft nunca conseguiu igualar ou até mesmo suplantar o iPod em termos de popularidade ou até mesmo no número de vendas…

 

Microsoft Bob

Considerado pela crítica como o maior fracasso da empresa, o Microsoft Bob pretendia substituir Windows 3.1 oferecendo uma interface gráfica bastante… má. O objetivo era criar um ambiente Windows para iniciantes que percebessem pouco de computadores. O grande problema é que o Microsoft Bob acabou por ser considerado um fiasco e tem hoje um lugar entre a lista das 50 piores invenções de sempre da revista TIME. 

 

Windows ME

O Windows Millenium Edition pretendia suceder ao Windows 98. E até trouxe várias novidades em relação à versão anterior do sistema operativo como o Windows Movie Maker. Só que esta versão do Windows era bastante instável e possuía imensos problemas o que levou a Microsoft a lançar o Windows XP poucos meses depois do lançamento do Windows ME.

 

Kin

Seja sincero… alguma vez ouviu falar no Kin? E se lhe dissermos que este “smartphone” tem apenas cinco anos e que a Microsoft investiu milhões de dólares no seu desenvolvimento? O público-alvo eram os jovens e os viciados em redes sociais mas este “smartphone” não permitia instalar jogos nem aplicações. Foi posto à venda em abril de 2010 mas acabou por ser descontinuado… 48 dias depois.

 

Internet Explorer

Não podemos ser mal interpretados no caso do Internet Explorer. Nas antigas versões do Windows, o Internet Explorar era o browser ideal e que todos adoravam porque… era o único disponível (ou o mais conhecido). Quando começaram a surgir novos browsers como o Opera, Mozilla Firefox e Google Chrome, o Internet Explorer passou para último plano. Aliás, muitas foram as piadas criadas acerca do browser da Microsoft tendo em conta que cada utilizador com um computador novo só utilizava o Internet Explorar uma vez: para fazer o download de outro browser qualquer.

 

Microsoft Edge

O novo browser da Microsoft prometia fazer frente ao Google Chrome e até mesmo revolucionar o mundo dos browsers. Porém, o Microsoft Edge parece estar a seguir o mesmo caminho que o seu antecessor… o Internet Explorer.


Veja também: