Será que é mais inteligente do que os seus colegas?

Se está na universidade, acha que é um aluno mediano ou tem a certeza de estar acima da média? No trabalho, consegue estar a par dos assuntos do momento?

Será que é mais inteligente do que os seus colegas?
Tire a prova através do nosso teste

Na universidade, acredita que é um aluno acima da média? No trabalho, acha que aproveita da melhor forma as ferramentas e interage para solucionar problemas mais do que os outros? Entre os amigos, é o mais esperto? Será que está a aproveitar bem as aulas e a adquirir o máximo de conhecimentos? Será que é mais inteligente do que seus colegas?

São muitas questões por responder, mas a verdade é que o mundo está repleto delas e ter as respostas na ponta da língua parece ser um ingrediente essencial para ter destaque.

Todos nós queremos parecer mais espertos quando estamos perto de colegas da universidade, de trabalho ou mesmo de parentes, mas nem sempre estamos certos de que temos as informações necessárias para brilhar naquele teste ou durante uma conversa em grupo. Por falta de tempo ou de interesse por determinados temas, é comum que deixemos passar dados importantes e fiquemos à margem num debate ou numa atividade realizada com outros colegas.

Há formas de descobrir se é mais esperto do que a média dos portugueses.  Faça o nosso teste rápido e tire a prova.
 

Quiz: será que é mais inteligente do que os seus colegas?
 

1. Quem é o autor de "Os Contos de Canterbury"?

  • William Blake
  • William Shakespeare
  • Jonathan Swift
  • Geoffrey Chaucer

Se respondeu a umas das três primeiras opções, pode ouvir soar o alarme. Os contos de Canterbury fazem parte de uma coleção de histórias escritas por Geoffrey Chaucer, a partir de 1387. As obras dividem-se entre: duas escritas em prosa e mais vinte e duas escritas em verso. O autor é considerado como um dos grandes consolidadores da língua inglesa.
 

2. Sabe o que é epistemologia?

  • Estudo dos deuses gregos
  • Estudo da lógica
  • Estudo do latim
  • Filosofia do conhecimento

Acertou quem escolheu a última resposta. Epistemologia, apesar do nome difícil, nada mais é do que a filosofia da ciência ou do conhecimento. Ela trata da origem do conhecimento, da sua natureza e validade, e tem como principal objetivo a consolidação dele para o espírito humano.
 

3. Que filósofo consagrou a frase “Penso, logo existo”?

  • Aristóteles
  • Sócrates
  • Rousseau
  • Descartes

A famosa citação é do matemático e filósofo francês Descartes. Depois de duvidar da sua própria existência, ele concluiu que, enquanto sujeito e ser pensante, a sua existência era uma certeza. Descartes queria fundamentar todo o conhecimento humano através de bases sólidas e, para isso, passou a questionar tudo à sua volta. A conclusão que tirou foi a de que a sua única certeza era a dúvida, e se ela existia, então era porque pensava, e uma vez que pensava, ele necessariamente existia.
 

4. Qual destes países NÃO pertence à União Europeia?

  • Dinamarca
  • Suécia
  • Eslovénia
  • Noruega

Os noruegueses estão fora da UE. Se ainda teve dúvidas, é hora de voltar aos estudos.
 

5. Qual dos termos abaixo é utilizado para justificar que um facto é suficiente para o início de uma guerra?

  • Casus belli
  • Corpus juris
  • Casus fortuitus
  • Habeas corpus

Acertou quem optou pela primeira resposta. “Casus belli” é a expressão latina tida como praxe para definir que um facto é considerado grave o suficiente para ser declarada uma guerra pelo Estado ofendido.
 

6. Qual é psicologia que estuda processos mentais como a aprendizagem e a memória?

  • Cognitiva
  • Biológica
  • Desenvolvimentista

Biológica? Desenvolvimentista? Não, não. A psicologia cognitiva é aquela que se interessa pelo estudo da cognição e de todos os processos que estão envolvidos co a estrutura do comportamento, investigando questões relacionadas à memória, percepção, atenção, raciocínio, criatividade e resolução de problemas.
 

Se não sentiu dificuldades em responder às seis questões de conhecimentos gerais, está de parabéns, pois a verdade é que está acima da média dos adultos a sua volta. Caso contrário, temos uma má notícia para si: para parecer mais inteligente do que os colegas, vai ser preciso mais do que usar um par de óculos.
 
Veja também: