6 dicas para manter a casa quente em dias frios

Para manter a casa quente há dicas muito simples mas eficazes, porém, tantas vezes esquecidas. Relembre-as e coloque-as em prática.

6 dicas para manter a casa quente em dias frios
Diga adeus ao frio dentro de casa

Manter a casa quente nos meses frios é essencial mas não apenas para evitar que trema de frio ou que constipe. No nosso país, a qualidade da construção mais antiga e mesmo da mais recente (apesar das apertadas legislações), deixa muito a desejar no que ao isolamento térmico diz respeito. 

Ainda que o nosso inverno não seja extremamente rigoroso, as casas não estão preparadas para o receber. Conclusão: paredes e caixilharias muito finas, deficientes sistemas de aquecimento, má ou inexistente ventilação e vários buraquinhos por onde o frio pode entrar, não só prejudicam a sua saúde como a sua carteira.
 

6 dicas para manter a casa quente 

Pode seguir todas as nossas dicas para manter a casa quente mas, se não começar por investir no isolamento, não há sistema de aquecimento ou cobertores que o salvem do frio. O ideal seria que avançasse com uma solução de isolamento da fachada (vulgo capoto), do teto ou renovasse as janelas de sua casa, considerando opções como caixilharias em PVC, janelas ou vidros duplos.

O custo pode ser pesado, por isso, se não lhe for possível, temos mais soluções.
 

1. Calafetar portas e janelas

Nos hipermercados, grande superfícies ou drograrias enconta várias soluções para isolar as portas e janelas de sua casa.Há opções com espuma ou borracha, ambas cumprem o propósito mas as últimas são mais resistentes e duram mais invernos (também são mais caras).
 


2. Isolar vidros

Como assim? Muito simples. Nas grandes lojas de bricolage, encontra rolos de plástico com bolhas que são, afinal, uma forma eficaz e barata de manter a casa quente porque mantém o calor no interior e impedem o frio de entrar. Apenas precisa de cortar um pedaço de plástico à medida, borrifar o vidro e o plástico - do lado das bolas - com um pouco de água, e colocar com as bolhas viradas para o vidro.


 

3. Fechar persianas e portadas

Com os dias mais frios também chega a mudança da hora e fica escuro mais cedo. Assim que os primeiros raios de sol começarem a fugir, feche persianas e portadas para não deixar que o calor saia. Naturalmente, se ligar o aquecimento com as persianas, portadas e cortinas abertas a eficácia é menor.
 


4. Almofadas, tapetes e mantas

Tapetes, cortinas, mantas e almofadas com tecidos mais quentes não só o aquecem a si como deixam a casa mais acolhedora e confortável. Os objetos retêm o calor, por isso, quando mais, melhor. Prefira têxteis em materiais mais quentes e felpudos. Assim, meses frios é sinónimo de mais tapetes no chão, cortinas pesadas e mantas no sofá.
 


5. Mude a decoração

Mude a disposição dos móveis para conseguir guardar o calor. Apostar na retenção do calor é a melhor forma de conseguir manter a casa quente e minimizar os custos com o aquecimento. Paredes exteriores despidas, mais depressa deixam o calor fugir. Assim, encoste grandes móveis às paredes, cubra-as com espelhos, molduras e papel de parede.
 


6. Mantenha as divisões fechadas

Se tiver as portas todas abertas, terá um maior área para aquecer, assim como, mais espaço para o calor sair. Procure manter as portas e janelas fechadas, especialmente de divisões vazias ou que não são utilizadas para que as zonas ocupadas se mantenham mais quentes. 

Veja também: