Guia de Poupança: Receba no seu email GRÁTIS!

O E-book que lhe mostra como começar a poupar agora.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt e pelos nossos Parceiros

Enviar

Como manter a casa quente no inverno

Não há maior desconforto do que passar meses a bater os dentes de frio. Veja aqui 20 dicas eficazes para manter a casa quente no inverno, sem despender rios de dinheiro.

Como manter a casa quente no inverno
Das mais simples às mais elaboradas, encontra tudo aqui.

A forma mais eficaz de manter a casa quente no inverno é assegurar que esta esteja bem isolada, recorrendo depois a sistemas de aquecimento mais ou menos sofisticados para elevar a temperatura interior e mantê-la no nível desejado. No entanto, se o seu lar não estiver devidamente preparado, o que acontece é que o calor acaba por se dissipar facilmente, obrigando a sobrecarregar os aquecedores e provocando elevadíssimas contas de eletricidade ou gás.

Para que possa preservar o máximo de calor possível, evitando gastos desnecessários com aquecedores e tornando o seu lar bem mais acolhedor, de seguida deixamos-lhe 20 dicas eficazes e muito em conta. Se realmente deseja manter a casa quente no inverno, basta aplicar o maior número que conseguir. Os resultados vão estar mais do que assegurados! 

 

20 dicas baratas e eficazes para manter a casa quente no inverno 

 

1. Abra ou feche cortinas e persianas, consoante a altura do dia

Para tirar o maior proveito possível da excelente fonte de calor por radiação que é o sol, logo pela manhã abra as cortinas e as persianas, deixando o sol bater nos vidros. Da mesma forma, mal o sol começar a desaparecer, feche de imediato as persianas e cortinas para evitar que o calor escape. 

 

2. Feche as portas das divisões atrás de si, sobretudo se não são utilizadas

Crie o hábito de manter sempre fechadas as portas de todas as divisões da casa, em especial daquelas que não são frequentemente utilizadas: as portas fazem uma barreira entre as pessoas que habitam a casa e as zonas de ar frio; por outro lado, também evitam que o ar circule, reduzindo a perda de calor.
 

 

3. Opte por fazer cozinhados no forno

O calor que o forno emite é excelente para ajudar a aquecer a casa, além de não provocar a humidade habitual dos cozinhados, tão prejudicial à manutenção do calor. Assim, aproveite que a estação em que estamos não podia ser mais adequada, e use e abuse dos pratos que tenham de ir ao forno. Quando estiverem prontos, deixe a porta do eletrodoméstico bem aberta.

 

4. Acenda muitas velinhas

As velas são responsáveis pela produção de uma grande quantidade de calor, pelo que recomendamos que as utilize nas zonas em que se encontra, para ajudar a aquecê-las. Apenas duas recomendações: opte por versões baratas e esteja sempre atento ao local escolhido para as colocar - a ideia não é provocar um incêndio!


 

Dicas um pouco mais elaboradas, mas absolutamente infalíveis

 

5. Invista no isolamento dos caixilhos das janelas

A calafetagem dos caixilhos de janelas é absolutamente essencial para preservar o calor dentro de casa de forma eficaz. Aproveite que se trata de um processo rápido e barato e avance já, para usufruir de grandes benefícios.

 

6. Coloque fita adesiva/isoladora nas portas e janelas

Ainda no seguimento da dica anterior, em substituição ou como complemento da mesma, compre rolos de fita adesiva/isoladora e coloque nos caixilhos de todas as janelas e portas. Esta é uma forma bastante fácil e barata de manter a casa quente no inverno, impedindo que o calor escape. De referir que esta pequena ação poderá ainda ajudar reduzir a fatura da luz em cerca de 10 a 15%.

 

7. Revista aquecedores em papel de alumínio ou película refletora

O calor dos radiadores elétricos e do aquecimento central pode ser muito rentabilizado se entre estes e a parede colocar uma película refletora – que pode mesmo ser o papel de alumínio que utiliza na cozinha. A ideia é fazer com o calor reflita de volta para o espaço em causa, em vez de escapar pela parede.

 

8. Revista os tubos da água

Ajudando a minimizar a perda de calor, esta é uma dica que não só ajuda a poupar energia e dinheiro, como assegura que, de manhã, não terá de esperar tanto tempo pela água quente. Assim, podendo, recomendamos que isole precisamente os seus tubos de água quente.

 

9. Utilize um desumidificador

Como já referimos, a humidade dificulta a preservação do calor. Assim, ainda que não aqueçam especificamente o ambiente, ao remover a humidade do ar, os desumidificadores asseguram que as divisões da casa ficam um pouco mais quentes e, obviamente, mais confortáveis.


 

Dicas ligadas à decoração

 

10. Encha a casa

Os objetos retêm o calor, pelo que uma casa que tiver bastante mobília e peças de decoração será sempre mais quente e acolhedora. Se decidir avançar com uma remodelação, lembre-se ainda que as estantes com livros são o isolamento ideal para manter o calor dentro das divisões do lar.

 

11. Posicione a mobília de forma adequada

Não basta encher a casa, para potenciar os resultados temos de ter alguma atenção à distribuição dos elementos. Por exemplo: encostar os móveis às paredes externas pode ser um método eficaz de preservar a temperatura no interior; móveis de utilização frequente, como sofás, camas ou cadeiras devem ser colocados longe das zonas frias da casa e perto das paredes interiores, que absorvem mais calor.

 

12. Opte pelos têxteis

No que toca aos sofás, prefira versões em tecido em vez de pele, que é muito fria no inverno; complete com almofadas em tecidos quentes, como a camurça ou veludo, e recorra também a mantas polares ou de malha. Quanto às cortinas, opte por tecidos pesados, grossos e opacos, mantendo as versões mais leves, como a organza, por baixo das anteriores.

 

13. Adira aos tapetes e carpetes

Grande parte do calor é perdida pelo chão, pelo que recomendamos o recurso a tapetes e/ou a carpetes: assim, não só garante um isolamento extra, como mantém os pés mais quentes quando caminhar pela casa.

 

14. Nas paredes, utilize papel ou cores quentes 

Para começar, deve ficar a saber que o papel é a escolha ideal para manter a casa quente: não é um bom condutor de calor, pelo que não o deixará escapar-se da sua sala. Se decidir pintar, opte por tons bem quentes para uma ou várias paredes do espaço em causa: além do efeito psicológico, uma vez que tendemos a sentir-nos mais aconchegados em espaços com este tipo de cores, as paredes mais escuras acumulam e preservam mesmo melhor o calor.

 

15. Evite paredes nuas

Dado que as paredes são também responsáveis pela perda de energia térmica para o exterior, devemos procurar criar uma barreira  mais espessa que as isole. Assim, utilize todos os elementos decorativos que lhe agradarem: quadros, espelhos, fotografias, tapeçarias, etc.

 

16. Tape as frestas das portas com um “chouriço”

Procure daqueles “chouriços” de areia bem fashion, que tenham a ver com a sua casa, e coloque um nas frestas de cada porta que dê para o exterior. Deste modo, não só evita correntes de ar, como impede que o ar quente saia de casa.

 

17. Biombos e divisórias

Dado que as paredes exteriores são as mais difíceis de aquecer, uma alternativa será colocar um biombo junto à fonte de calor, criando uma pequena divisão aberta dentro de casa. A ideia é que se mantenha o ar quente concentrado no centro e afastado das paredes mais frias.


 

Dicas extra, só para si

 

18. Vista mais uma camada de roupa 

Mais do que qualquer aquecedor, uma camada extra de roupa assegura um aumento da temperatura corporal. Assim, antes de carregar em qualquer botão, vista lá o casaquinho, como aconselhava a sua mãe.

 

19. Delicie-se com bebidas bem quentinhas

Para garantir que a temperatura corporal sobe rapidamente, nada melhor do que beber uma bebida bem quentinha: café, chá, chocolate quente ou mesmo sopa são perfeitos.

 

20. Saia do sofá e faça algum exercício

O exercício físico leva a um aumento da circulação do sangue, o que aquece o nosso corpo. Assim, basta uma caminhada rápida para ficar logo com menos frio – com o bónus de ajudar a manter a linha!



Cá estão as nossas 20 dicas para manter a casa quente no inverno, sem gastar rios de dinheiro. Dentro do que faz sentido no seu caso, comece já a aplicá-las e verá que não se vai arrepender. Quase já sentimos os graus a subir e as contas a diminuir... Boa sorte e desejos de uma casa muito quentinha!


Veja também: