AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

8 Motivos para ter sempre o CV atualizado

Mas mesmo que não esteja à procura de emprego há boas razões ter sempre o CV atualizado. Conheça algumas.

8 Motivos para ter sempre o CV atualizado
O mais provável é que não reveja o seu CV há já algum tempo.

Muito de fala da importância de manter o seu Curriculum Vitae (CV) atualizado e personalizado para as candidaturas de emprego. No entanto, se já está no mesmo emprego há algum tempo considerável é provável que já não se debruce sobre o seu CV com a frequência desejada. E o mais certo é pensar: porque vai “perder tempo” a atualizar o seu CV se está feliz no seu emprego atual e nem sequer pensa em mudar? Pois bem, razões não faltam. Todos os profissionais devem – sempre – ter o seu CV atualizado (e quem diz CV diz também perfil do LinkedIn ou carta de apresentação, por exemplo). E se lhe disserem o contrário não acredite, afinal nunca se sabe quando vai voltar a precisar dele.
 

CV sempre atualizado: porquê?

Quem disse que mesmo estando empregado não necessita do seu CV atualizado e pronto a ser disponibilizado a qualquer momento? Precisa pois. Quer esteja a pensar mudar de emprego ou manter-se no atual, mais dia, menos dia, vai acabar por precisar do CV. E acredite que isso vai acontecer quando menos esperar e na altura menos oportuna, em que está mais ocupado e com pouco tempo para se dedicar com a devida atenção ao seu CV. Para não ser apanhado desprevenido nada melhor que manter sempre o seu CV atualizado. E se ainda não está convencido, aqui ficam algumas boas razões que o vão fazer mudar de ideias.

 

1. Nunca se sabe quando não vai dar de caras com uma boa oportunidade

Pode soar a cliché, mas é verdade. Repare. Mesmo que não esteja à procura de um novo emprego, ninguém lhe garante que reparem no seu trabalho e no seu potencial e não o convidem para um novo e interessante desafio, que pode até ser aquele trabalho com que sempre sonhou, ou então que surge a oportunidade de tentar conseguir aquela promoção que tanto ambiciona. Enfim, isto para mostrar que mesmo que esteja satisfeito com o emprego não significa que deva descurar o seu CV. Afinal pode vir a precisar dele quando menos esperar.

 

2. Não esquece detalhes importantes

O mais certo é que se só atualizar o seu CV quando efetivamente necessitar dele acabe por deixar de fora informações relevantes sobre o seu desempenho ou participação num trabalho ou projeto no qual esteve envolvido há já largos meses. Se atualizar o seu CV com frequência evita que isso aconteça e garante que todos os detalhes importantes estão “frescos” na sua memória.

 

3. Está preparado para o pior

Atualmente não existe tal coisa como um emprego seguro. Pode até dizer-se que a segurança laboral é um conceito do passado. Num dia pode ter um emprego seguro e no dia seguinte está desempregado. Lamentavelmente, por mais que goste do seu emprego e tudo esteja a correr “às mil maravilhas” nunca se sabe quando as coisas não “mudam de figura” ou a empresa sofre algum percalço ou mudanças internas que possam levar a uma situação de desemprego. Se isso acontecer (e esperemos que não) nada melhor que estar preparado a disparar candidaturas. Como sabe, num processo de procura de emprego a rapidez é fundamental. Uma vaga divulgada agora pode já estar ocupada daqui a uma ou duas horas. OK, é exagero (ou talvez não), mas a verdade é que o mercado de trabalho funciona a alta velocidade e os recrutadores procuram tornar os processos de seleção de candidatos o mais céleres possível e caso queira o destino que volte a ter que procurar emprego (ou que simplesmente encontre uma grande oportunidade) o ideal é que tenha o seu CV pronto.

 

4. Caso queira procurar um trabalho adicional

 São muito (e cada vez mais) frequentes os casos de profissionais que procuram ganhar um “dinheirinho extra” no final do mês e, por essa razão, procuram trabalhos como freelancer para complementar os seus rendimentos. E até para esses vai precisar de um CV pronto a disponibilizar.

 

5. Ter uma noção do seu percurso

Ao olhar para o seu CV vai poder não criar uma ideia geral do seu percurso profissional ou da sua carreira, os objetivos atingido ou metas alcançadas, trabalho desenvolvido, mas também quais são os seus pontos mais fortes e fracos enquanto profissional.

 

6. Identificar áreas a desenvolver

Como dissemos anteriormente um CV atualizado permite-lhe identificar os pontos mais fracos e isso pode funcionar como uma oportunidade de melhoria, já que dessa forma identifica as áreas de trabalho ou as competências que necessita de aprofundar ou desenvolver para evoluir enquanto profissional.

 

7. Ter as palavras certas no lugar certo

É sabido que os recrutadores fazem uma primeira análise do CV de forma muito rápida (os tais seis segundos) e que nessa curta janela temporal pesquisam certas palavras-chave. Mas essas vão mudando com (alguma) frequência. Ao ter o seu CV atualizado vai assegurar-se que o seu CV está munido das palavas certas nos locais exatos e, que dessa forma, vai chamar a atenção de potenciais recrutadores.

 

8. Caso seja convidado para participar num evento profissional ou queira fazer uma formação

Atualmente se quiser candidatar-se a um MBA, Mestrado, Pós-Graduação ou até doutoramento pode ter que apresentar um CV e se já o tiver atualizado para agilizar o processo tanto melhor. Além disso, pode dar-se o caso de receber um convite para participar numa conferência, seminário, workshop na qualidade de orador, por exemplo, e os organizadores vão necessitar de um CV seu para divulgarem o seu percurso, experiência e/ou conhecimentos aos participantes.

 

E mais um…

Se os motivos anteriores ainda não lhe chegam aqui fica mais um: vai ocupar-lhe muito menos tempo. Se atualizar o seu CV com regularidade tudo se torna mais simples e mais eficaz. Agora já sabe, agarre no seu CV e trate de o ter SEMPRE atualizado.


Veja também: