As máscaras faciais de tecido resultam mesmo?

As máscaras de tecido já foram adotadas há muito pelas coreanas de pele perfeita. Agora chegam ao ocidente, para realizar os nossos sonhos de beleza.

As máscaras faciais de tecido resultam mesmo?
Há máscaras de tecido para todos os tipos de pele

As máscaras faciais de tecido não são propriamente uma novidade, sobretudo no Oriente. Mas só agora é que o Ocidente lhes prestou a devida atenção.

Se ainda não ouviu falar das máscaras de tecido para o rosto continue a ler: o sonho de ser dona de uma tez perfeita pode estar à distância de umas linhas. E de uma ida à Sephora. Mas, comecemos pelo princípio.

Máscaras faciais de tecido: o que são?

Originárias da Coreia (como quase todas as novidades cosméticas que nos prometem uma pele perfeita), as máscaras de tecido são máscaras de beleza embebidas em sérum ou fórmulas específicas. Podem ser mesmo de tecido ou de outros materiais, como hidrogel ou até algodão.

Como aderem totalmente ao rosto, quando aplicadas, a absorção dos princípios activos é potenciada e, portanto, mais eficaz.

Contudo, nem todas têm o mesmo fim. Há máscaras de tecido para hidratar, reparar, reafirmar, matificar, ajudar a combater o acne, dar luminosidade à pele, etc.

É importante que conheça bem a sua pele para poder identificar qual (ou quais) se adequa(m) às suas necessidades. Em caso de dúvida pode sempre pedir aconselhamento à vendedora.

Como se usam?

Aplicá-las é bastante fácil. Basta retirar da embalagem, colocá-la sobre a pele limpa, de preferência após uma esfoliação, (como qualquer outra máscara, é mesmo preciso que a pele esteja absolutamente livre de impurezas), e moldá-la aos contornos do rosto, respeitando os orifícios para os olhos e nariz.

Depois basta esperar os habituais 15 minutos enquanto vê uma série ou lê os primeiros capítulos do livro novo e já está. Retira-se o excesso com um algodão e não é preciso passar por água.

A aplicação deve ser feita à noite, entre uma a duas vezes por semana, consoante a necessidade particular de cada pele.

As máscaras faciais de tecido resultam mesmo?

A verdade é que sim, resultam. A pele fica mais saudável e luminosa após a aplicação de uma máscara facial de tecido adequada. É claro que não fazem milagres se somente as aplicar, sem cuidar da pele. Mas, se as adicionar aos restantes cuidados com a pele, como limpar bem, esfoliar, tonificar e hidratar, são aliadas de peso na rotina de beleza.

As nossas 5 máscaras de tecido preferidas

Garnier, Hydrabomb

mascaras

Recém lançadas, as máscaras de tecido da Garnier, hydrabomb, existem em duas versões: super hidratante e revitalizante e hidratante e apaziguante.
Vendem-se em super e hipermercados.

Preço: 2,99€ Ver produto >>

My beauty diary black pearl mask

my beauty diary

Indicada para quem tem a tez baça, uniformiza a pele e ajuda a fechar os poros. Vende-se online.

Preço: 2,50€ Ver produto >>

Innisfree Skin Clinic Mask, BHA

innisfree

Esta máscara contém beta-hidroxiácidos que esfoliam quimicamente a pele, melhorando a sua hidratação e reduzindo as rugas.

Preço: 4€ Ver produto >>

Dr. Jart+Water Replenishment Cotton Sheet Mask

dr jart +

É uma máscara de hidratação intensa que promete uma pele fresca e hidratada. Vende-se na Sephora.

Preço: Ronda os 10€ Ver produto >>

DR. WU Deep Hydrating Capsule Mask With Vitamin A

dr wu

Com Vitamina A, esta máscara facial de tecido é indicada para peles secas reparando-as. Os seus princípios activos estimulam a produção de colagéneo.

Preço: 7€ Ver produto >>

Veja também:

Catarine Martins Catarine Martins

Licenciada em Direito pela Universidade de Coimbra, trocou as leis pela escrita e a cidade dos estudantes pelo Porto. Pelo meio, transformou a eterna paixão pela moda num blog, o Le Fashionaire e assumiu, com orgulho, que o jogo das palavras é o seu preferido.